Secretário de Bento XVI sobre a dor do Papa: “Não desejo nem para o pior inimigo”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
O Papa Emérito está com erisipela facial, uma infecção bacteriana de pele que provoca inflamação e é bastante dolorosa

Dom Georg Gänswein, secretário pessoal de Bento XVI, relatou em entrevista ao jornal alemão Südkurier que o tratamento da doença do Papa Emérito está dando bons resultados, mas que a dor causada pela enfermidade é tamanha que ele “não a deseja nem para o pior inimigo”.

Bento está com erisipela facial, uma infecção bacteriana de pele que provoca inflamação e é bastante dolorosa. A dor, segundo Gänswein, começou após o falecimento do pe. Georg Ratzinger, irmão de Bento XVI, no começo de julho.

Em 3 de agosto, outro jornal alemão, o Passauer Neue Presse, havia noticiado que o Papa Emérito está “extremamente frágil” desde o retorno da Alemanha, para onde tinha viajado no final de junho a fim de visitar e se despedir do irmão.

O Vaticano emitiu uma nota informando que a doença de Bento XVI é “dolorosa, mas não grave”.

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Campanha da Fraternidade 2020

Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34)