Contemplemos a presença de Deus no meio de nós

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
“Jesus voltou-se para os discípulos e disse-lhes em particular: ‘Felizes os olhos que veem o que vós vedes! Pois eu vos digo que muitos profetas e reis quiseram ver o que estais vendo, e não puderam ver; quiseram ouvir o que estais ouvindo, e não puderam ouvir’” (Lucas 10,23-24). Se Jesus declarou que os Seus discípulos eram felizes, e Ele está nos declarando que temos a felicidade de ver o que vemos e de ouvir o que ouvimos, é uma pena não abrirmos os olhos para enxergar essa presença de Deus no meio de nós.

Muitos, na época de Jesus, tendo-O entre eles, fecharam-se para a graça, não abriram os olhos para a fé, por isso, não podemos permanecer com os olhos fechados e vedados como cegos. Porque, às vezes, estamos naquela de só enxergarmos problemas, só enxergarmos escuridão, dificuldades, só enxergarmos as crises, os defeitos das pessoas. Os olhos são a luz do corpo e da vida, aquilo que entra pelos olhos nos ilumina ou nos deixa na escuridão da vida, por isso, precisamos ser cada vez mais pessoas contemplativas.

A arte da contemplação é a graça de ver com o coração e com o olhar da fé a presença amorosa de Deus no meio de nós. Contemplemos com os olhos da fé, mesmo em meio às provações, tentações e dificuldades. Nós podemos, devemos e precisamos buscar enxergar que Deus está no meio de nós.

É importante sair de todas as ansiedades da vida para contemplar a presença de Deus no meio de nós

Tem gente que não vê as soluções para os problemas porque só enxerga os problemas. Tem gente que não vê a graça de Deus agindo porque não olha com o olhar da fé; fica na ilusão, na escuridão, para na tempestade, na dificuldade, se entrega à temeridade e não se abre para a verdade.

Olhemos para o Senhor. Como é importante parar, sair da ansiedade, do barulho, das contrariedades, das dificuldades e dessas ansiedades todas da vida para contemplar a presença de Deus no meio de nós.

Contemple Jesus presente no Sacrário, no Sacramento da Eucaristia; contemple a presença de Jesus na Palavra, contemple a presença de Jesus crucificado em cada crucifixo que temos em nossas Igrejas, em nossas casas, contemple a presença de Jesus no silêncio, contemple Jesus nas montanhas e na natureza.

A medida em que você se abre para contemplar, para adorar e para se voltar inteiramente a Deus, Ele vai nos purificando, vai purificando o olhar, os ouvidos e vamos poder dizer: “Deus está realmente trazendo a mim a Sua Palavra”.  

Muitas vezes, não escutamos Deus nos falar, não escutamos Ele nos nos dirigir, não escutamos as moções de Deus acontecendo. Abramos os nossos olhos para a contemplação porque seremos felizes em ver Deus no meio de nós, felizes em ouvir a Sua Palavra viva no meio de nós.

Deus abençoe você!

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Campanha da Fraternidade 2020

Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34)