O Papa acompanha a situação na Etiópia e convida a rezar pelo país

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
"Os confrontos, que se intensificaram a cada dia, estão causando uma grave situação humanitária. O Santo Padre convida à oração para este país e faz um apelo às partes em conflito para que cessem a violência", ressalta a nota da Sala de Imprensa da Santa Sé.

O diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni, divulgou um comunicado, em nome do Papa Francisco, na tarde desta sexta-feira (27/11), sobre a situação na Etiópia.

Eis o que diz o texto:

“O Santo Padre acompanha as notícias que chegam da Etiópia, onde há algumas semanas está em andamento um conflito militar que afeta a Região de Tigré e as áreas vizinhas. Por causa da violência, centenas de civis morreram e milhares de pessoas são obrigadas a fugir de suas casas para o Sudão.

Durante o Angelus de 8 de novembro, o Papa Francisco, referindo-se ao conflito na Etiópia, disse: “Exorto a rejeitar a tentação do conflito armado e convido todos à oração e ao respeito fraterno, ao diálogo e à solução pacífica das discórdias.”

Os confrontos, que se intensificaram a cada dia, estão causando uma grave situação humanitária.

O Santo Padre convida à oração para este país e faz um apelo às partes em conflito para que cessem a violência, salvaguardem a vida, especialmente dos civis, e que as populações possam reencontrar a paz.”

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2020

Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34)