Saiba Mais sobre o dia de Ação de Graças

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Restrições podem continuar até março Segundo o ministro da Economia, Peter Altmaier, as restrições para conter a propagação do vírus no país, que ganhou força nas últimas semanas, podem continuar até a Primavera. As medidas incluem o fechamento de bares e restaurantes e a limitação de participantes em reuniões privadas "Temos três ou quatro longos meses de inverno pela frente. Tudo dependerá da chegada das vacinas, mas é possível que as restrições sejam prolongadas durante os primeiros meses de 2021", disse o ministro ao jornal Die Welt. A Alemanha, considerada durante a primeira onda um exemplo de gestão, foi atingida com força pela segunda e registra mais de 15.500 mortes pela Covid-19, além de um milhão de casos confirmados. O estado-região da Renânia do Norte Westfalia, o mais populoso do país, é o mais afetado, com mais de 250.000 casos, à frente da Baviera, com quase 198.000 infectados, e de Bade-Wurtemberg (quase 143.000). Em Berlim foram registrados cerca de 62.000 casos desde o início da pandemia de Covid-19. "Ainda temos que fazer esforços (...) o número diário de infecções ainda é muito alto", disse a chanceler Angela Merkel após sete horas de discussões com os líderes dos 16 estados regionais da Alemanha. Por enquanto, bares, restaurantes, centros culturais e esportivos terão que permanecer fechados por mais um mês.

História

Primeiramente, o dia de Ação de Graças era comemorado na quarta quinta-feira do mês de novembro, na região da Nova Inglaterra, sob a forma de festivais cristãos em agradecimento pelas boas colheitas realizadas no ano. Por esta razão, o Dia de Ação de Graças é comemorado no outono (do hemisfério norte), após a colheita ter sido recolhida e atualmente é comemorado na última quinta-feira de novembro.

O primeiro deles foi celebrado em Plymouth, Massachusetts,[5] pelos colonos que fundaram a vila, em 1620. No ano seguinte, depois de más colheitas e inverno rigoroso, os colonos tiveram uma boa colheita de milho no verão de 1621. Por ordem do governador da vila, em homenagem ao progresso desta safra em anos anteriores, a festa foi marcada no início do outono de 1621. Homens de Plymouth mataram patos e perus. Outros alimentos que faziam parte do cardápio foram peixes e milho. Cerca de noventa índios teriam participado do festival. Todos comeram ao ar livre em grandes mesas

O feriado nos Estados Unidos

Durante muitos anos, o Dia de Ação de Graças não foi instituído como feriado nacional, sendo observado como tal em apenas certos estados, como Nova York, Massachusetts e Virgínia. Em 1863, o então presidente dos Estados Unidos, Abraham Lincoln, declarou que a quarta quinta-feira de novembro seria o Dia Nacional de Ação de Graças.

Mas em 1939, o presidente Franklin Delano Roosevelt instituiu que este dia seria celebrado na terceira semana de novembro, a fim de ajudar o comércio, aumentando o tempo disponível para propagandas e compras antes do Natal (na época, era considerado inapropriado para produtos publicitários à venda antes do dia de Ação de Graças). Como a declaração de Roosevelt não era mandatória, 23 estados adotaram a medida instituída por Roosevelt e 22 não o fizeram, com o restante tomando ambas quintas-feiras (a terceira e a quarta semana de novembro) como Dia de Ação de Graças. O Congresso dos Estados Unidos, para resolver esse impasse, então instituiu que o Dia de Ação de Graças seria comemorado definitivamente na quinta-feira da quarta semana de novembro e que seria um feriado nacional.

O feriado no Canadá

Enquanto alguns pesquisadores afirmam que “não há nenhuma narrativa convincente sobre as origens do dia de Ação de Graças canadense”, a primeira ação de graças canadense é muitas vezes lembrada em 1578 pelo explorador Martin Frobisher. Frobisher, que estava tentando encontrar a Passagem do Noroeste para o Oceano Pacífico, realizou a sua festa de Ação de Graças não para a colheita, mas em agradecimento por sobreviver à longa viagem da Inglaterra através dos perigos de tempestades e icebergs. Em sua terceira e última viagem ao extremo norte, Frobisher realizou uma cerimônia formal em Frobisher Bay na ilha de Baffin (atual Nunavut) para dar graças a Deus em um serviço ministrado pelo pregador Robert Wolfall eles celebraram a Comunhão.

As origens do Dia de Ação de Graças canadense também às vezes são lembrados pelos colonos franceses que vieram para a Nova França com o explorador Samuel de Champlain, no início do século XVII, que comemorou as suas colheitas de sucesso. Os colonos franceses na área tiveram tipicamente festas no final da época de colheita e continuou durante toda a temporada de inverno, até mesmo compartilhar comida com os povos indígenas da região.

Como os colonos chegaram no Canadá a partir da Nova Inglaterra, no final do outono, celebrações de Ação de Graças se tornaram comuns. Novos imigrantes no país, como os irlandeses, escoceses e alemães também acrescentaram suas próprias tradições para as celebrações da colheita. A maioria das características da celebração do dia de Ação de Graças dos EUA (como o peru), foram incorporados quando houve o Império Unido Legalista, época em que estadunidenses começaram a fugir dos EUA durante a Revolução Americana e se estabeleceram no Canadá.

Ação de Graças é agora um feriado estatutário na maioria das jurisdições do Canadá, com exceção das Províncias atlânticas do Canadá: Ilha do Príncipe Eduardo, Terra Nova e Labrador, Nova Brunswick e Nova Escócia.

Dia de ação de graças em outros países

Brasil

No Brasil, o então presidente Gaspar Dutra instituiu o Dia Nacional de Ação de Graças, através da lei 781, de 17 de agosto de 1949, por sugestão do embaixador Joaquim Nabuco, entusiasmado com as comemorações que vira em 1909, na Catedral de São Patrício, quando embaixador em Washington. Em 1966, a lei 5110 estabeleceu que a comemoração de Ação de Graças se daria na quarta quinta-feira de novembro. Esta data é lembrada por muitas famílias de origem americana, por algumas denominações protestantes, como a Igreja luterana IELB (de origem americana), a Igreja presbiteriana, a Igreja batista, a Igreja metodista, a Igreja do evangelho quadrangular, a Igreja do Nazareno, universidades confessionais metodistas e cursos de inglês.

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2020

Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34)