Nomeação do Papa: diocese de Ji-Paraná, em Rondônia, tem novo bispo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Nesta quarta-feira (2), Francisco nomeou o Pe. Norbert Hans Christoph Foerster como bispo da diocese de Ji-Paraná, no estado de Rondônia. O missionário verbita é natural de Bonn, na Alemanha, e vai assumir o governo pastoral local após o Papa ter acolhido, ainda em 2019, o pedido de renúncia de dom Bruno Pedron, salesiano de origem italiana que havia completado 75 anos.

O Papa Francisco nomeou nesta quarta-feira (2) o novo bispo para a diocese de Ji-Paraná, que fica situada na região central do estado de Rondônia e pega uma parte do noroeste do Mato Grosso. O missionário verbita, Pe. Norbert Hans Christoph Foerster, até agora conselheiro provincial da Província Brasil Centro, com sede em São Paulo, é o novo bispo do governo pastoral local.  

A diocese de Ji-Paraná, dividida em 24 paróquias e subdividida em 6 regionais para atender aquela que é a segunda cidade mais populosa do estado, estava sendo administrada por Padre José Celestino, após o Papa Francisco ter acolhido, ainda em junho de 2019, o pedido de renúncia de dom Bruno Pedron, salesiano de origem italiana que havia completado 75 anos. O Pe. Norbert será o quarto bispo da diocese, criada em 19 de fevereiro de 1983.

A biografia de Pe. Norbert

O missionário do Verbo Divino nasceu em 9 de julho de 1960 em Bonn, na Alemanha, país onde o Padre Norbert fez os estudos de Filosofia e Teologia, na cidade de Münster. Quando chegou ao Brasil, obteve o bacharelado em Teologia no Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora, em Minas Gerais; a licenciatura em Ciências da Religião na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; e o doutorado no mesmo campo de estudos na Universidade Metodista de São Paulo (UMESP), em São Bernardo.

Ordenado sacerdote em 10 de dezembro de 1989, o Pe. Norbert ocupou os seguintes cargos: vice-pároco de São Francisco de Assis em Valo Velho, na diocese de Campo Limpo, em São Paulo (1990-1995); animador vocacional e formador no Seminário Diocesano da Diocese de Registro (1996-2000); conselheiro provincial da Província Brasil Centro dos Missionários do Verbo Divino (1996-2001); formador e professor de Teologia em Jardim Míriam (2001-2005) e vice-pároco na Paróquia Nossa Senhora Aparecida na diocese de Santo Amaro (2006-2012). Na diocese de Humaitá foi vigário geral, administrador da Catedral (2013-2015) e administrador da Missão Costeira Beiradão (2016-2020). Até hoje exerce a função de professor de Teologia no Seminário Maior João XXIII, em Porto Velho, e de conselheiro provincial da Província Brasil Centro, com sede em São Paulo. 

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2020

Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34)