Menos consumista e mais autêntico: os votos do Papa para este Natal

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
"Este ano, nos aguardam restrições e dificuldades, mas pensemos no Natal da Virgem Maria e de São José: não foi 'um mar de rosas', disse Francisco, afirmando ser esta uma ocasião para "purificar" o sentido do Natal.

Um Natal menos consumista e mais religioso e autêntico: estes foram os votos do Papa Francisco ao final da Audiência Geral de hoje.

O Pontífice fez referência à crise mundial vivida em decorrência da pandemia, afirmando que esta pode ser uma oportunidade para “purificar” o modo como vivemos o nascimento de Jesus.

“Gostaria de exortar a todos a “apressar o passo” rumo ao Natal, aquele verdadeiro, isto é, o nascimento de Jesus Cristo. Este ano, nos aguardam restrições e dificuldades, mas pensemos no Natal da Virgem Maria e de São José: não foi ‘um mar de rosas’. Quantas dificuldades eles tiveram! Quantas preocupações! Não obstante tudo, a fé, a esperança e o amor os guiaram e ampararam. Que seja assim também para nós! Que esta dificuldade também nos ajude a purificar um pouco o modo de viver o Natal, de festejar, saindo do consumismo: que seja mais religioso, mais autêntico, mais verdadeiro.”

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

Campanha da Fraternidade 2020

Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34)