Celebremos a vida que Deus nos deu

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
“Veio para o que era seu, e os seus não a acolheram. Mas, a todos que a receberam, deu-lhes capacidade de se tornar filhos de Deus, isto é, aos que acreditam em seu nome” (João 1,11-12).

A Palavra está nos dizendo que a Palavra de Deus, o Verbo de Deus veio para os Seus e eles não O receberam, mas quem O recebeu, Jesus deu a graça de se tornar filho de Deus.

Você recebeu. Você está recebendo a vida. Você está acolhendo a Jesus como seu único Senhor e Salvador. Você está colocando em Jesus a sua esperança, a sua confiança e vivendo nesta vida como um filho de Deus. Por isso, não tire de Jesus o seu olhar e a razão de viver.

Estamos chegando ao último dia deste ano do Senhor de 2020. Foi um ano que se passou com tantos desafios, luzes, sombras; um ano de perdas que agitou a humanidade e, ao mesmo tempo, a cada um de nós. Um ano que nos desafiou como outros anos da vida. Vivemos perspectivas, passamos por frustrações, decepções, mas, ao mesmo tempo, nunca nos faltou a luz e a graça de Deus, a não ser que você tenha tirado o seu olhar e o seu coração de Deus.

O que celebramos hoje não é um simples brindar do novo ano que chega, o que celebramos é a vida que Deus nos deu

O que passou, passou, e o importante hoje é assumir a direção de Deus na minha vida. Sei que o coração vive outras expectativas para celebrar a passagem do ano, que não seja uma passagem, mas seja Deus permanecendo no meio de nós. Que a nossa vida assuma a direção de Deus, que a nossa vida assuma ser iluminada e guiada sempre mais por Deus.

O que celebramos hoje não são os fogos de artifício, as luzes artificiais que estarão brilhando. O que celebramos hoje não é um simples brindar do novo ano que chega, o que celebramos é a vida que Deus nos deu. Vivamos intensamente cada dia da nossa vida, façamos um bom exame de consciência para revermos, refletirmos e para direcionarmos a própria vida.

Não seja apenas aquela pessoa que viveu apenas dizendo: “Foi um ano difícil”. Reveja como você se posicionou, como se colocou e assuma ter um coração novo, posturas novas para que a vida seja sempre nova, porque Deus é sempre a Boa Nova no meio de nós, por meio do Seu Filho Nosso Senhor e Salvador.

Que Deus lhe conceda uma passagem de ano muito abençoada!

Deus abençoe você!

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

Campanha da Fraternidade 2020

Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34)