Campanha de vacinação contra Covid começa ainda em janeiro no Vaticano

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
A notícia foi anunciada em comunicado neste sábado (2) pela pela Diretoria de Saúde e Higiene do Governatorato. O plano de vacinação deve começar na segunda quinzena de janeiro, “planejada de acordo com os critérios de seleção das categorias mais expostas ao contágio e segundo as adesões voluntárias”.

A imunização contra o coronavírus de funcionários e cidadãos do Estado da Cidade do Vaticano, como também de familiares que dependem do Fundo de Assistência à Saúde do Vaticano, vai começar nos próximos dias do mês de janeiro. A notícia foi confirmada em nota à imprensa divulgada neste sábado (2) pela Diretoria de Saúde e Higiene do Governatorato.

Segundo o comunicado, “é previsível que as vacinas possam chegar ao Estado na segunda semana de janeiro, em uma quantidade suficiente para cobrir as necessidades da Santa Sé e do Estado da Cidade do Vaticano”. A nota explica ainda que, para armazenar as doses das vacinas, foi adquirido um “refrigerador de temperatura ultra baixa”.

Critérios de vacinação

Assim, o plano de vacinação deve começar na segunda quinzena de janeiro, “planejada de acordo com os critérios de seleção das categorias mais expostas ao contágio e segundo as adesões voluntárias”. A Diretoria de Saúde e Higiene afirma que será dada prioridade aos profissionais de saúde e de segurança, aos idosos e àquelas pessoas de contato frequente com o público.

As doses serão administradas no átrio da Sala Paulo VI, no Vaticano, pelos médicos e enfermeiros que trabalham no Vaticano, “sempre de acordo com as recomendações sanitárias” para enfrentar a pandemia.

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

Campanha da Fraternidade 2020

Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34)