O Senhor tira do nosso coração todos os fantasmas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
“Mas Jesus logo falou: ‘Coragem, sou eu! Não tenhais medo!’” (Marcos 6,50).

O episódio que acompanhamos no Evangelho de hoje é a sequência daquilo que foi a multiplicação dos pães. Agora, uma vez que os discípulos nem entenderam aquilo que Jesus fez, o Mestre ordena que eles peguem o barco e sigam adiante, enquanto Ele vai despedir aquela multidão e, depois, seguir para a Sua oração. Em seguida, Jesus vai ao encontro dos Seus discípulos que já estão em meio ao mar.

Estavam ainda assustados com o que aconteceu na multidão, e ficaram ainda mais assustados quando viram alguém vir sobre o mar. Uma vez que estavam com o coração atordoado, não reconheceram Jesus; eles pensaram que é um fantasma, e começam a gritar.

Quantas vezes o nosso coração – também tão atordoado, cheio de tensões, de preocupações e inquietações, sobretudo com as instabilidades emocionais – está olhando e vendo fantasias e fantasmas!

Volte-se com todo o seu coração para o amor do Senhor Nosso Deus e não tenha medo

Como a mente humana é capaz de criar! Ela cria problema onde não existe, vê coisas onde não está, ela vê problema em tudo quanto é lugar, ela começa a enxergar e criar realidades que não existem. A mente mirabolante, tomada pelo medo, pela angústia, pela raiva, pelo rancor, pelas inquietações e preocupações da vida, cria muitos fantasmas e fantasias. É capaz de transformar até a presença de Deus em um fantasma, assim como os discípulos estavam vendo, mas nem eles reconheceram que era o Senhor.

Em meio às inquietações todas que estamos vivendo, que estamos enfrentando em qualquer época da nossa vida, na noite escura da alma e dos sentidos, nos momentos de solidão e desencanto ou decepções, é preciso tirar o olhar das fantasias e dos fantasmas e permitir que o coração escute Jesus: “Coragem, meu filho! Não se mova pelo medo. Não deixe que seu coração seja tomado pelo medo”.

Os discípulos estavam com o coração endurecido; e quando o coração está endurecido, ele não enxerga a graça, e a graça não passa por ele. Então, acalme o seu coração, volte-se para o amor do Senhor Nosso Deus e não tenha medo. O Senhor deseja tirar de dentro de nós todos os fantasmas, as fantasias que nos causam angústia, tensão, preocupação e depressão, porque Ele nos quer curados e libertos.

Deus abençoe você!

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

Campanha da Fraternidade 2020

Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34)