Presentes dos Reis Magos: os pilares da nossa vida espiritual

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Os presentes oferecidos ao Menino Deus podem ser interpretados como símbolos de caridade, oração e penitência

Os presentes dos Reis Magos são muito simbólicos e costumam ser usados ​​para explicar a missão de Jesus como sacerdote, profeta e rei.

No entanto, eles também podem ser aplicados à nossa vida espiritual, já que representam diferentes partes dela.

Angelo Cagnola, no século 19, refletiu sobre o simbolismo dos presentes dos Reis Magos. Disse ele:

“Devemos aprender a reconhecer nos Magos os primeiros frutos da nossa vocação à fé e a agradecer a Deus por termos sido feitos cristãos. Devemos aprender também a seguir o chamado divino e a oferecer a Jesus Cristo o ouro da caridade, o incenso da oração e a mirra da santa mortificação e penitência cristã.”

Presentes para a vida espiritual

Esses três aspectos da vida espiritual, portanto, são os “pilares” para seguirmos o exemplo de Jesus Cristo, como menciona o Catecismo da Igreja Católica:

“O cristão deve esforçar-se por aceitar, como uma graça, estas penas temporais do pecado, suportando pacientemente os sofrimentos e as provações de toda a espécie e, chegada a hora, enfrentando serenamente a morte: deve aplicar-se, através de obras de misericórdia e de caridade, bem como pela oração e pelas diferentes práticas da penitência, a despojar-se completamente do «homem velho» e a revestir-se do «homem novo»”(Catecismo da Igreja Católica, 1473).

Oração aos Reis Magos

O Pe. Gabriel de Santa Maria Madalena compôs uma oração que também faz a conexão entre os presentes dos Reis Magos e os pilares da vida espiritual:

“Ó Jesus, eu te adoro, pois tu és o Senhor meu Deus. Tu me mostraste que desejas a minha pobre cooperação a fim de realizar a vinda do Teu Reino. Queres que eu ore, sofra e trabalhe pela conversão dos que estão próximos e dos que estão longe. Desejas que eu também coloque diante da manjedoura os dons dos Reis Magos: o incenso da oração, a mirra da mortificação e do sofrimento suportado com generosidade por amor a Ti e, finalmente, o ouro da caridade, a caridade que vai tornar meu coração total e exclusivamente Teu. Caridade esta que me estimulará a trabalhar, a me dedicar à conversão de pecadores e infiéis, e à maior santificação de Teus eleitos. Ó meu amoroso Rei, cria em mim o coração de um apóstolo. Se eu pudesse colocar aos Teus pés hoje o louvor e a adoração de todos na terra! Deixa Tua estrela brilhar para mim hoje e me indica o caminho que leva diretamente a ti! Que este dia seja uma verdadeira Epifania para mim, uma nova manifestação para minha mente e coração de Tua Grande Majestade.”
 

Portanto, ao examinarmos nossa vida espiritual, procuremos incorporar nela os presentes dos Reis Magos, ou seja, a oração, a caridade e a penitência. Elas são essenciais para viver uma vida cristã e nos ajudarão a seguir Jesus, onde quer que ele nos conduza.

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

Campanha da Fraternidade 2020

Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34)