Acolha a semente da Palavra de Deus no seu coração

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
“Por fim, aqueles que recebem a semente em terreno bom são os que ouvem a Palavra, a recebem e dão fruto; um dá trinta, outro sessenta e outro cem por um” (Marcos 4,20).

Você é aquele que recebe a Palavra. Eu sou aquele homem que recebe a Palavra de Deus. Todos nós estamos recebendo a semente da Palavra. É por isso que você está me vendo e me ouvindo, porque a Palavra de Deus estou semeando no seu coração.

É preciso que você reconheça, que você qualifique o terreno que você é, porque, muitas vezes, você pode receber a Palavra como aquele terreno recebeu, mas ele estava disperso, aquele terreno era levado pelo vento. A semente caiu e os ventos a levaram, os passarinhos levaram a semente, e ela, é óbvio, não deu fruto.

Muitas vezes, o nosso coração é desatento e disperso; o nosso coração está vertido nas distrações, não centramos e não acolhemos essa Palavra. Outra vez, a semente cai em nosso coração, ele é como um terreno pedregoso, até entra em nós, mas você sabe que num terreno que é pedregoso, não há raiz e nem profundidade.

Acolha a Palavra de Deus no seu coração e dedique-se com paixão a ela, que ela produzirá frutos em sua vida

Vivemos, muitas vezes, numa vida de superficialidade, até na nossa relação com Deus. Nós gostamos, mas nunca nos aproximamos, achamos bonita a Palavra do Evangelho, mas não mergulhamos nela, não a deixamos penetrar em nós e não penetramos nela, então, logo ela é sufocada, logo as pedras que estão ali, fazem essa semente morrer.

Outra parte da semente caiu no terreno cheio de espinhos. Você sabe que os espinhos crescem mais do que tudo, e espinho sufoca, prende, não permite ir para a frente. Recebemos a Palavra de Deus, mas estamos tão sufocados por preocupações, inquietações, problemas, paixões… Tudo aquilo (que são as preocupações da vida) acaba realmente sufocando e oprimindo a força da Palavra de Deus em nós.

Seja um terreno livre, seja um bom terreno, não se distraia, mas com profundidade, com serenidade e simplicidade acolha a Palavra de Deus no seu coração e dedique-se com paixão a ela… Que ela produzirá frutos em sua vida!

Você mesmo pode responder: a Palavra de Deus tem produzido frutos em sua vida? A semente da Palavra que você recebe a cada dia, que mudança ela tem realizado? Que frutos você tem colhido? Que realidade a semente tem transformado dentro de você e ao seu redor?

Não permita que as sementes se dispersem, mas permita que a Palavra semeada no nosso coração produza uma vida nova.

Deus abençoe você!

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2020

Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34)