Basel Yaldo: “Primeira vez de um Papa no Iraque: um evento histórico”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Continuam os preparativos para a viagem do Papa ao país asiático. O bispo auxiliar de Bagdá e coordenador geral da visita para a Igreja iraquiana: "O Santo Padre vem para trazer esperança a um povo sofredor. Com ele, o objetivo da paz é possível".

“Esperamos o Papa no Iraque com todo o nosso coração”. Dom Basel Yaldo, bispo auxiliar de Bagdá e coordenador geral da viagem para a Igreja iraquiana, tem a voz rouca de emoção ao lembrar que a visita do Papa, agendada para 5-8 de março próximo, será a primeira vez de um sucessor de Pedro naquele país da Ásia Ocidental. Há décadas estamos esperando por um Papa”, disse ele, “e será um evento verdadeiramente histórico para nós”.

Esperança para todo o povo

O lema escolhido para a viagem resume, em uma única frase, as aspirações e os sonhos de um povo atormentado por guerras e dilacerado por ataques terroristas: “Vocês são todos irmãos”. “No logotipo, além desta frase, há uma pomba branca, símbolo de paz”. Queremos alcançar esta paz e estamos certos de que a visita do Papa Francisco trará esperança a todos os iraquianos, não apenas aos cristãos”, disse dom Basel Yaldo.

Encontro inter-religioso e oração pelas vítimas da violência

As etapas tocarão a capital, Bagdá, mas também Najaf, Ur, Erbil, Mosul e Qaraqosh. Dom Basel Yaldo explica que “em Ur dos Caldeus, de onde Abraão partiu para sua missão, acontecerá um encontro de todas as religiões presentes no Iraque, seguido de um momento conjunto de oração”. Em Mosul, a cidade de origem da maioria dos cristãos da nação, o Papa rezará pelas vítimas da violência ocorrida durante a ocupação do Estado Islâmico: mais de 120.000 cristãos fugiram desta terra em uma única noite, abandonando suas casas para evitar serem assassinados”.

Na aldeia onde se ajuda os cristãos

Será então em Qaraqosh que o Papa Francisco levará a solidariedade da Igreja àqueles que se inclinam sobre o sofrimento dos outros: “É da pequena aldeia cristã da Planície de Nínive que, de fato, chega ajuda aos cristãos deslocados, para que possam retornar às suas terras”, explica dom Basel Yaldo, acrescentando também que a parada em Erbil, onde será celebrada a Santa Missa, será um testemunho concreto de que o Santo Padre “vem para todo o povo do Iraque, sem distinção alguma”.

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".