Apelo do Papa pela Síria: população martirizada, depor as armas e reconstrução

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
"Espero um compromisso decisivo e renovado, construtivo e solidário por parte da comunidade internacional, para que, uma vez depostas as armas, a situação social possa ser melhorada e que seja encaminhada a reconstrução". Assim falou o Papa no apelo pela Síria no final da oração mariana do Angelus deste domingo (14)

Depois da oração do Angelus, o Papa Francisco fez um caloroso apelo pela Síria, que amanhã dia 15 completa 10 anos de guerra: 

“Dez anos atrás começou o sangrento conflito na Síria, que causou uma das maiores catástrofes humanitárias de nosso tempo: um número não especificado de mortos e feridos, milhões de refugiados, milhares de desaparecidos, destruição, violência de todos os tipos e imenso sofrimento para toda a população, especialmente os mais vulneráveis, como crianças, mulheres e idosos”.

“Renovo meu premente apelo às partes em conflito para que manifestem sinais de boa vontade, de modo que possa se abrir um sinal de esperança para a população que sofre. Também espero um compromisso decisivo e renovado, construtivo e solidário por parte da comunidade internacional, para que, uma vez depostas as armas, a situação social possa ser melhorada e que seja encaminhada a reconstrução e a recuperação econômica”.

Em seguida o Papa convidou a todos a rezar pela Síria:

“Oremos todos ao Senhor para que tanto sofrimento em nossa amada e atormentada Síria não seja esquecido e que nossa solidariedade reavive a esperança. Rezemos juntos por nossa amada e martirizada Síria. Ave Maria…”

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".