O amor de Deus tira de nós a falta de perdão

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
“De fato, Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por ele” (João 3,17).

Entendemos errado quando achamos que Deus veio para condenar. Não! Deus veio para salvar. O amor d’Ele por nós é imenso, e Ele nos amou tanto, que não nos quer perdidos nem condenados.

É preciso dizer que se outros já nos condenaram ou se nós já os condenamos, essa condenação é mundana, porque Deus não condenou ninguém. Até o último instante, Ele está lutando para que sejamos salvos; até a nossa última respiração, Deus quer que nós sejamos salvos.

Sei que é muito mais fácil julgar, condenar, atirar pedras, é muito fácil colocar o outro no precipício, é muito mais fácil colocar o fardo em cima dos outros, mas essa missão não é evangélica, essa não foi a missão do Filho de Deus. Ele veio para salvar os Seus, Ele veio para nos salvar, Ele nos olhou do jeito que nós estamos e não nos condenou. Ele nos salva e quer nos libertar a cada dia.

Precisamos voltar-nos para a luz que é Jesus, e deixar que o amor d’Ele nos levante

Existe um julgamento sim, e o julgamento é da luz; e quando a luz vem até nós, mas a rejeitamos, não é Deus quem está nos julgando, é cada um de nós que, em vez de aceitar a luz de Deus, prefere continuar nas obras escuras da alma e do coração, prefere continuar caminhando na obscuridade do seu ser, confuso com todas as confusões que o mundo lança sobre nós.

Precisamos voltar-nos para a luz que é Jesus, e deixar que o amor d’Ele nos levante, deixar que o amor de Deus esteja em nós, colocando-nos de pé. Que caia por terra todo sentimento de condenação todas as vezes que nos sentimos condenados pelos homens, por Deus e pelas sentenças humanas.

Que o amor de Deus, que salva, esteja em nós. Que anunciemos Sua libertação e restauração. Precisamos anunciar que o nosso Deus é um Deus que salva. E Ele está nos salvando hoje, Ele está nos tirando de todo aquele sentimento de condenação que, muitas vezes, carregamos em nós, até o nosso passado mal resolvido.

Temos de deixar que o amor de Deus tire de nós essa falta de perdão que temos para conosco, sobretudo a falta de perdão que exercemos para com os outros quando não perdoamos e não amamos. O perdão de Deus nos salva, a condenação dos homens nos coloca para baixo, mas Deus veio para nos levantar e nos reerguer.

Deus abençoe você!

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".