Que José nos ensine a ter docilidade em nossas ações

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
“José, Filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como tua esposa, porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo” (Mateus 1,20).

Toda a Igreja em festa celebra o seu patrono, São José, aquele que é o guardião da Sagrada Família, aquele que é o guardião dos grandes tesouros de Deus nesta Terra: Seu Filho Jesus e a Mãe d’Ele, a Virgem Maria. José é também guardião e modelo da Igreja, é aquele que protege, intercede e advoga por ela.

Se São José é modelo para toda a Igreja, ele também o é para cada uma de nossas famílias. Cada pai, cada mãe de família deve sempre olhar para São José e ter nele um referencial. Ele é um homem de profunda fé em Deus, uma fé de confiança e abandono, uma fé de entrega, de deixar-se guiar e conduzir por Deus.

São José, relembrando aquele José do Egito, é também um homem de sonhos. Ele tinha o sonho de construir e edificar uma família, o sonho de ser um bom pai, o sonho de cuidar de Maria, mas ele transforma seus sonhos no sonho de Deus.

O sonho de Deus se realiza em José, porque é através dos sonhos que Deus intervém na vida dele e fala ao seu coração. Quando José não entendia o que estava acontecendo com Maria, não era por desconfiança dela, mas por ainda não ser capaz de penetrar nos mais profundos mistérios de Deus.

José é guardião e modelo da Igreja, é aquele que protege, intercede e advoga por ela

É Deus quem intervém nos seus sonhos e lhe mostra: “José, não precisa ter medo, porque o que se realiza em Maria é obra do Espírito Santo”. José recebe Maria em sua casa para amá-la e para cuidar dela.

Aquele que recebe Maria é aquele que também quer receber cada um de nós para nos guardar, proteger-nos, defender-nos e desviar-nos do caminho do mal. E quando Jesus nasce, Herodes quer perseguir e matar aquela criança, e, mais uma vez, Deus intervém nos sonhos de José, que foge e deixa-se conduzir por Deus para evitar o mal.

Quantos males estão tentando jogar sobre nossas casas e famílias, quantos males tentam nos afligir a cada dia! Recorramos à proteção de São José, para que ele nos ensine, primeiro, a ser justos, santos e pessoas de profunda fé em Deus, e que ele nos ensine o caminho do abandono e da confiança em Deus.

Que José nos ensine a abandonar os sonhos humanos, para que os sonhos de Deus também se realizem em nossa vida. Que José nos ensine a ouvir a voz de Deus, que fala a nós pelos sonhos, pelos anjos e pela Sua presença àquele que se faz dócil a Ele.

José, ensine-nos a docilidade a Deus em todas as situações de vida.

São José, rogai por nós!

Deus abençoe você!

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".