Racha no STF: Nunes Marques rebate ataques e diz que “momento é de bom senso e não de hipocrisia”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
O ministro do Supremo Tribunal Federal Nunes Marques disse nesta segunda-feira (5) que é “hipocrisia” fechar templos enquanto outras atividades continuam abertas país afora.

“Momento é mais de bom senso e não de hipocrisia. Tem muita hipocrisia. Distrito Federal, dentre outros estados e municípios, tem academias e restaurantes abertos porque se avaliou que seriam essenciais nesta pandemia. E tem muitas atividades funcionando”, disse.

Ele disse ter a “sensibilidade que é um momento crítico para o Brasil”, mas que há “falta de compreensão” sobre as atividades dos templos religiosos no país. “Talvez o problema disso tudo seja na falta de compreensão das atividades das agremiações religiosas. A participação das igrejas é muito importante para amparo espiritual e isso não dá para incluir na cabeça de quem não conhece a sua essencialidade. Tem essa atividade fundamental que é orar e tem uma atividade de acolhimento, assistencial.”

De acordo com ele, o STF decidiu que todos os entes federados são competentes para tratar do assunto e que cabe ao Judiciário analisar cada caso concreto se houver alguma ilegalidade.

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".