Santa Madalena de Canossa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
A santa de hoje é fundadora das ‘Filhas da Caridade’, congregação que iniciou em Veneza, Itália. Nasceu em Verona, no ano de 1774, e faleceu com 61 anos. Mas viveu o céu já aqui, na Terra, acolhendo a salvação e sendo canal dela para muitos. Perdeu seus pais muito cedo.

Teve seu chamado à vocação religiosa, numa consagração total, mas não foi aceita na primeira tentativa, porém, não parou no primeiro obstáculo. Uma mulher mística. Pela sua vida de oração e seu amor a Jesus Crucificado, galgou degraus para uma mística profunda, sendo muito sensível à dor dos irmãos.

Viveu num tempo difícil, de guerras, precisando refugiar-se em Veneza. Ali, ela discerniu o carisma como fundadora; e, na prática, por causa dos órfãos, enfermos e vítimas da guerra – sua caridade era ardente e reconhecida por muitos. Napoleão Bonaparte conhecia seu testemunho e a chamava de ‘anjo da caridade’. Entrou na glória de Deus porque deixou a glória de Deus a transformar aqui.

Santa Madalena de Canossa, rogai por nós!

A campanha 10 Milhões de Estrelas é uma iniciativa permanente da Cáritas Brasileira que se repete a cada ano, no período do Advento e Natal, como gesto concreto e coletivo, na perspectiva da consolidação da cultura de paz, da justiça social e de uma espiritualidade comprometida com a vida humana e com os direitos da natureza, como destaca o diretor-executivo da Cáritas Brasileira, Carlos Humberto Campos: “A campanha indica a possibilidade de que as famílias, os grupos, as comunidades possam construir e viver um Advento e o Natal na perspectiva do projeto de Jesus Cristo, em busca de um futuro melhor e mais justo para toda a criação, em nossa Casa Comum, o planeta Terra”, enfatiza.

A celebração por videoconferência, no próximo sábado (28), será ecumênica e vai marcar o início do Advento. “Na perspectiva de iniciarmos esse tempo de preparação para o Natal, estamos convidado todas as pessoas a refletirem não só sobre a questão da paz que é o tema central da campanha, mas também sobre esse momento de pandemia de Covid-19 e o aumento da pobreza e da fome no país”, destaca o assessor nacional da Cáritas Brasileira, Jaime Conrado.

Símbolo de luz

A vela da paz é o objeto que marca as ações da campanha. Um dos gestos concretos previstos é o acendimento dessa vela em momentos celebrativos ou em família na noite de Natal, como explica Conrado. “Nós convidamos toda sociedade a acender a vela da campanha na noite do Natal trazendo essas reflexões e pedindo que essa chama traga mais sabedoria, mais saúde, mais esperança ao povo brasileiro”, conclui.

A campanha 10 Milhões de Estrelas teve início em Annecy, na França, em 1984. Em 1991 a campanha propagou-se por todo o país e passou a ser realizada no período do Natal. Mas foi no ano de 2002 que a ação começou seu percurso pelo mundo. No Brasil o projeto teve sua primeira edição em 2014. A partir daí a Cáritas Brasileira lidera essa mobilização que tem o objetivo de iluminar pensamentos e inspirar gestos de solidariedade humana para a construção de um mundo socialmente mais justo para todas as pessoas e espiritualmente mais conectado com Deus e com os irmãos e irmãs independente de etnia racial ou crença religiosa.

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".