Precisamos aprender com Jesus como fazer refeição e, ao mesmo tempo, como transformar a nossa refeição em um dom para Deus e para os irmãos. A primeira coisa é que diante da inquietação com a quantidade de pães, diante de tantas pessoas famintas, sedentas e necessitadas do pão de cada dia, o Mestre Jesus nos ensina que não devemos negligenciar nem sermos indiferentes com quem não tem o pão de cada dia para comer.

Por isso, quando nos sentamos na mesa para a refeição, a primeira coisa que precisamos fazer é dar graças a Deus, é voltar os olhos para os Céus e reconhecer que tudo que temos é dádiva divina. Sejamos agradecidos, demos graças ao Senhor Nosso Deus pelo nosso pão cotidiano.

Ensinemos aos nossos, tenhamos a prática, em nossas casas e famílias, de orarmos durante as refeições. Orar antes das refeições é, em primeiro lugar, agradecer, bendizer e dar graças aos Céus, porque temos o pão de cada dia. E esse pão que recebemos, assim como fez Jesus, nós distribuímos, dividimos a nossa refeição e não deixamos nada se perder, porque há muitos que precisam comer do que está sobrando em nossa mesa.

Precisamos aprender com Jesus como transformar a nossa refeição em um dom para Deus e para os irmãos

Que façamos da refeição um lugar, um momento sagrado para nós e para os nossos, mas que nunca nos esqueçamos daqueles que não têm o que comer, não têm o pão de cada dia, daqueles que carecem do alimento em suas mesas. Aquilo que temos em nossa casa pertence a nós e aos pobres, aos famintos e necessitados.

Jesus não só multiplica os pães, mas nos ensina também a graça de dividirmos o nosso pão com os nossos. A receita é essa: quanto mais dividirmos, mais se multiplicará o pão em nossas mesas; quanto mais distribuirmos o que temos com os os outros, mais Deus há de prover em nossa mesa para que cuidemos uns dos outros.

Façamos a graça da partilha, agradeçamos a Deus, a cada dia, pelo pão de nossas mesas sem deixar desperdiçar uma só migalha. Comamos bem, saciemo-nos com o pão sagrado que temos em nossa mesa, mas, ao mesmo tempo, façamos multiplicar o que temos para dividir com os que não têm, e Deus há de multiplicar em nossas mesas o pão de cada dia.

Deus abençoe você!

Por: Canção Nova