Lutemos para que Jesus seja o alimento da nossa família

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
“Esforçai-vos não pelo alimento que se perde, mas pelo alimento que permanece até a vida eterna, e que o Filho do homem vos dará” (João 6,27).

O que é a nossa vida senão levantar cedo para trabalhar e voltar para a casa no final do dia, para poder ganhar o pão de cada dia, o pão cotidiano para alimentar a nós e os filhos? É para isso que o pai e a mãe trabalham, é nisso que, muitas vezes, se resume os esforços humanos: para colocar o pão dentro de casa, o pão que o próprio Senhor disse aos nossos pais no paraíso, o pão ganhado com o suor do rosto.

É preciso ter consciência e, ao mesmo tempo, serenidade na vida para entender que a vida não se resume na luta pelo pão de cada dia. E que não falte! Porque, muitas vezes, quantos pais de família querem trabalhar e falta trabalho ou até um trabalho digno, ou quantas vezes o esforço humano não é compensado? Mas não podemos deixar de anunciar aquilo que Cristo está nos anunciando.

É necessário trabalhar, buscar o pão cotidiano para que não falte o alimento, não falte o necessário e o importante dentro de nossas casas e famílias. É importante também dizer que não podemos viver somente em função de trabalhar, não podemos viver somente em função de ter o pão dentro da nossa casa, ter o alimento, ter as nossas necessidades satisfeitas e saciadas com o fruto do nosso trabalho.

Não cansemos de nos esforçar para que Jesus seja o alimento da nossa casa e da nossa família

É preciso um esforço pelo alimento que permanece até a vida eterna, porque senão que frustrante seria a nossa vida se chegarmos no acaso dela e olharmos o que fizemos da vida: só trabalhamos e labutamos? Buscamos a cada dia o pão da vida, o pão que dá sentindo à nossa vida.

Por isso, o pai e a mãe que trabalham para colocar o pão dentro de casa, trabalhem, por favor, para alimentar os seus com o Pão da Palavra, com o Pão da Vida, com o Pão que é Jesus. Alimente a sua casa de Deus, alimente os seus filhos e a sua própria vida com Jesus, Palavra Viva, com Jesus o Pão vivo da Palavra e na Eucaristia, com Jesus o Pão da Vida que nos dá a vida a cada dia.

Isso se faz no cotidiano da vida, isso se faz alimentando-se na hora das refeições com a Palavra, isso se faz com a oração cotidiana, com o se colocar na presença de Deus.

Não permita que a família se reúna em torno da mesa somente para comer, mas que a família se reúna em torno da Palavra, em torno de Jesus. Que coloquemos em Jesus toda a nossa confiança e esperança, não cansemos de nos esforçar para que Jesus seja o alimento da nossa casa e da nossa família.

Esforce-se mesmo, porque o esforço é colocar força na nossa luta, e só conseguiremos colocar Jesus em nossas casas, se nos esforçarmos.

Se você faz corpo mole, se você segue a tendência do cansaço e do desânimo, se você esmorece, se deixa de rezar, se não leva os seus para rezar, se você não traz a Palavra para dentro de casa ela vai saindo, vai perdendo o espaço, vai perdendo o lugar; e Jesus tem perdido o lugar em nossas casas para a televisão, para a internet, redes sociais, smartfones; Ele tem perdido o lugar para as diversões e distrações da vida, e a nossa vida está se tornando sem sabor e sem gosto porque não estamos nos alimentando de Jesus, do Pão da Palavra e da Vida, e não estamos alimentando os nossos.

Esforce-se! Não somente pelo pão cotidiano, mas para que na sua casa tenha a cada dia o pão que dá a vida eterna.

Deus abençoe você!

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".