A mãe de 11 filhos que fez de uma oração a Maria seu objetivo de vida

Conheça a incrível história da Venerável Amparo Portilla Crespo
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

mparo Portilla Crespo nasceu em Valência, Espanha, em 26 de maio de 1925. Ela era a mais velha de quatro irmãos e viria a ser mãe de 11 filhos. Também se tornaria uma líder nacional no trabalho apostólico. Junto com seu marido, Frederick Romero, ela desenvolveu e ajudou a implementar programas para ajudar famílias em paróquias, escolas e outras instituições em toda a Espanha. 

Em 1937, durante a Guerra Civil Espanhola, o pai de Amparo foi preso e executado. Ela tinha apenas 12 anos, e essa perda foi uma experiência traumática em sua vida. Amparo, então, tirou de sua fé profunda e do seu amor especial pela Santíssima Virgem a força de que precisava para superar este momento de dor. Quando a Guerra Civil terminou, Amparo voltou à escola, obteve as credenciais necessárias e tornou-se catequista. 

Vida diária oferecida a Deus

Em 1943, Amparo se consagrou Filha de Maria do Sagrado Coração.  Ela escolheu como lema a seguinte oração:Aparta, Madre, de mí lo que me aparte de Ti , que significa: “Afasta de mim, Mãe, tudo o que me afasta de Ti”. 

Ela seguiu a mensagem do lema durante toda a sua vida.

Mãe de 11

Amparo e Frederick Romero casaram-se em 1950 e mudaram-se para Madri. O casal viveu seu casamento católico como Deus lhes pediu. Eles se amavam muito e tiveram 11 filhos juntos. Amparo era uma mãe amorosa, altruísta e carinhosa e estava sempre sorridente e otimista. Seu exemplo na vida diária influenciou muitos sobre como viver uma vida cristã. 

Amparo conseguia ir à missa quase todos os dias, o que não era fácil quando seus filhos eram pequenos e estavam em casa. Ela ensinou seus filhos a serem gentis com os pobres, idosos, doentes e necessitados. O Rosário fazia parte da rotina familiar e Amparo tinha grande devoção a Nossa Senhora dos Abandonados, padroeira da sua cidade natal, Valência.Ela também tentou levar a família em peregrinações ao maior número possível de santuários marianos. 

Além disso, ela ainda se envolveu em muitas causas católicas, mas a mais proeminente foi o Trabalho Apostólico da Família. Fez parte do Movimento da Família Cristã, com atuação em toda a Espanha. Foi destaque também em alguns programas de televisão, nos quais promovia os valores familiares e a importância da família. 

Outra etapa

Em 1994, Amparo descobriu que tinha câncer de pulmão. Ela ofereceu seu sofrimento por seus filhos. 

Amparo teve que remover o pulmão direito. Os tratamentos de Amparo eram um evento diário. Ainda assim, sempre trabalhando para mostrar um sorriso, ela suportou quimioterapia, radioterapia, radiocirurgia, oito broncoscópios e testes para câncer no cérebro. 

Após 556 dias consecutivos de tratamento, ela finalmente partiu para o céu. A data era 10 de maio de 1996. Ela nasceu em maio e morreu em maio. Ela também recebeu sua primeira comunhão no dia 6 de maio, tudo no mês de Maria. Devotada serva de Maria, Amparo, ficou muito feliz quando percebeu estava partindo para a Casa do Pai.

A Venerável Amparo 

Muitas pessoas começaram a pedir sua intercessão após sua morte, e muitos comentários começaram a chegar sobre as orações milagrosas.

Em 24 de abril de 2021, o Papa Francisco, observando o legado de fé e amor de Amparo, declarou-a uma mulher de “virtudes heróicas”. Ela agora carrega o título de Venerável em sua jornada para a santidade. A beatificação é seu próximo passo.

Venerável Amparo Portilla Crespo, ore por nós e por todas as famílias, em todos os lugares.

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

finados3
banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".