São Domingos Sávio

O santo de hoje viveu o lema “Antes morrer do que pecar”.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Nascido na província de Turim, na Itália, no ano de 1842, provinha de família humilde. Filho de um ferreiro com uma costureira. Domingos desde muito pequeno decidiu seguir os caminhos que o aproximava do Senhor.

Aos sete anos de idade, fez sua Primeira Comunhão, trançando um programa de vida que seguiu escrupulosamente: “Antes morrer do que pecar”. Com doze anos, entrou para o Oratório de São João Bosco – lugar de formação integral – onde seu coração apaixonou-se por Jesus e Nossa Senhora Auxiliadora.

Aos 14 anos, levou um grupo de amigos a viver o próprio ideal, fundando a “Companhia da Imaculada”. Pode-se dizer que sua vida foi um exercício de devoção a Maria. A Companhia fazia crescer o nível de toda a Casa do Oratório e cumpria uma missão intensamente apostólica.

Pequeno na estatura, mas gigante na busca de corresponder ao chamado à santidade, foi um ícone da alegria de ser santo. Um jovem comum que buscava cumprir os seus deveres e amava a vida de oração.

A primeira biografia de sua vida foi escrita pelo seu mestre, São João Bosco, e dessas páginas nasceram muitas vocações, inclusive a do Papa Bento XVI que, com tanta ternura, admirava a Obra da Infância Missionária.

Com a saúde fragilizada, faleceu com apenas 15 anos, no dia 9 de março de 1857. No ano de 1954 foi canonizado por Papa Pio XII. Sua festa é celebrada no dia 6 de maio.

São Domingos Sávio, rogai por nós.

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".