A maior graça e vocação é o amor de Deus

“Começou Pedro a dizer a Jesus: ‘Eis que nós deixamos tudo e te seguimos’” (Marcos 10,28).
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Na verdade, o apóstolo Pedro está questionando Jesus sobre qual é a consequência de segui-Lo, o que vão receber em troca disso, sobretudo eles que deixaram tudo para seguir Jesus. Algumas pessoas até perguntam: “Mas Pedro era casado?”, “Ele abandonou a família?”. Já estava com a família criada, então, os apóstolos já tinham uma certa idade. Não sabemos dizer se Pedro teve filhos, mas o fato é que, se tinha, já estavam criados e encaminhados.

Eis que eles deixaram a missão que tinham, eram pescadores de peixes, e se tornaram pescadores de homens, segundo a própria missão que Jesus lhes confiou. É claro que outros tinham outras profissões, como Mateus, que era um cobrador de impostos; enfim, eles deixaram tudo por causa de uma missão.

O grande questionamento: O que ganhamos para seguir Jesus? Primeiro, nós já ganhamos Jesus. A graça de tornar-se discípulo já é uma graça sublime, única e incomparável, não se compara a nada material, a nada humano, a graça de segui-Lo e amá-Lo. Por isso, independentemente daquilo que seja a sua missão no mundo e da responsabilidade que lhe é confiada, seguir Jesus é o fundamental. Saiba que a recompensa é Ele mesmo, Ele é o tesouro, Ele é a graça, e não podemos perdê-Lo.

Se o Senhor o chama, não deixe de segui-Lo, porque a maior graça e vocação é o amor

Se, muitas vezes, somos chamados a abnegar, a renegar o que temos para segui-Lo, não nos preocupemos, porque Ele não vai deixar de cuidar de nós. “Todo aquele que tiver deixado casa, irmãos, irmãs, pai, mãe, campos por causa de mim e do Evangelho, não se preocupe porque teremos cem vezes mais – irmãos, irmãs para cuidar, pais, mães” (cf. Mateus 10,29).

Tenho que testemunhar que, há 30 anos, quando tinha 15 anos, fui para o seminário seguir Jesus. Tudo deixei, os sonhos, as expectativas de vida, para gerir um novo sonho: ser também um pescador do Evangelho. Digo isso a jovens, moças, rapazes, homens e mulheres que são chamados nas mais diversas realidades e situações para o seguimento de Jesus: não seja movido pelo medo.

É verdade! Se o que move o nosso coração é a ganância do mundo, Deus não satisfaz a ganância, a avareza nem a cobiça do mundo, mas Ele satisfaz as necessidades do nosso coração, da nossa alma; Ele se torna o alimento, a riqueza, e nos dá toda a dimensão da eternidade sem nunca deixar que nos iludamos no caminho. Teremos tudo isso com tribulações, com perseguições, mas a Sua graça está conosco e na vida futura, a vida eterna.

Se o Senhor o chama, não deixe de segui-Lo nem de amá-Lo, porque a maior graça e maior vocação é o amor. Quanto mais você se doar pelo amor, mais o amor de Deus estará em você!

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".