O que significa “santificado seja o vosso nome” no Pai Nosso?

Pode parecer que, com esta petição, estamos querendo tornar o nome de Deus santo. Mas Ele já não é a fonte de toda a santidade?
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A palavra santificar que aparece no Pai Nosso, literalmente, significa  “tornar santo“.

No entanto, esse significado pode ser confuso, pois dá a impressão de que que estamos querendo tornar o nome de Deus santo.

Mas isso está correto? Como podemos tornar o nome de Deus santo, se Ele já é a fonte de toda santidade?

São Cipriano nos oferece um comentário sucinto sobre essa expressão fascinante:

Dizemos “santificado seja o vosso nome”não porque desejemos que Deus se torne santo por meio de nossas orações: o que pedimos a Deus é que seu nome seja santificado em nós e por nós. Afinal, como algo pode ser necessário para santificar a Deus, que é a fonte da santidade? Pedimos e imploramos a ele que nós, que fomos santificados no batismo, possamos prosseguir no que começamos a ser. E rezamos por isso diariamente, pois nossa necessidade é de santificação diária para que nós, que todos os dias caímos, possamos lavar nossos crimes pela santificação contínua.

O que diz o Catecismo

Catecismo da Igreja Católicaoferece a mesma explicação:

“A palavra «santificar» deve ser entendida, aqui, antes de mais, não no seu sentido causativo (só Deus santifica, torna santo), mas sobretudo num sentido estimativo: reconhecer como santo, tratar de um modo santo. É assim que, na adoração, esta invocação é por vezes entendida como louvor e ação de graças (57). Mas esta petição é-nos ensinada por Jesus na forma optativa: um pedido, um desejo, e expectativa na qual Deus e o homem estão empenhados. Desde a primeira petição ao nosso Pai, mergulhamos no mistério íntimo da sua divindade e no drama da salvação da nossa humanidade. Pedir-Lhe que o seu nome seja santificado é envolvermo-nos «no desígnio benevolente que Ele de antemão formou a nosso respeito» (Ef 1, 9), para que «sejamos santos e imaculados diante d’Ele, no amor» (Ef 1, 4)” – CIC, 2807.

Portanto, esta parte do Pai Nosso é uma bela petição, que nos convida a deixar a graça de Deus em nossas vidas, para que possamos ser santos, como Deus é santo.

Aleteia

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".