Voltemos o nosso olhar para os valores eternos

“Não junteis tesouros aqui na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e os ladrões assaltam e roubam” (Mateus 6,19).
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O que é a vida humana? O que é viver nesta Terra? Para alguns ou para muitos é somente trabalhar para juntar os seus tesouros, os seus bens. A pessoa chega numa certa idade da vida e pergunta: “O que eu acumulei nesta vida?”. Ela vai olhar o que tem. Mas tudo isso passa, os ladrões assaltam, roubam, e mais do que isso, roubam o nosso coração, porque onde está o nosso tesouro, é lá que está o nosso coração. Por isso, quando perdemos as coisas materiais, o coração fica destroçado, porque onde está o teu tesouro, o coração está ali focado e junto. Não acumulemos os tesouros deste mundo.

É justo trabalhar para ter uma vida justa, é justo trabalhar para ter uma vida ordenada e organizada, o que não é justo para nossa saúde mental e espiritual é colocarmos o sentido da vida nessas coisas, naquilo que acumulamos.

A grande herança espiritual são os valores, não os valores financeiros, mas os valores eternos

Você pode, durante a sua vida, construir um palácio para você morar… Mas cuidado! Porque muitos que deixaram como herança palácios para os seus filhos, deixaram confusão, divisão e brigas. Outros não deixaram nada material, mas a grande herança espiritual são os valores, não os valores financeiros, mas os valores eternos, de bondade, de amor, os valores espirituais, os verdadeiros valores da alma.

Vamos juntar, acumular tesouros espirituais, vamos acumular virtudes. Que beleza quando você olha para uma pessoa que passou no meio de nós e diz: “Quanta bondade, quanto amor, quanto desprendimento!”; do outro vai dizer: “Era rico. Tinha tudo, mas no fundo não tinha nada, era ganancioso, orgulhoso, opulento, só pensava em si”.

Você leva para o cemitério os dois, pode até fazer bonito ali, ornar do jeito que quiser o lugar onde o rico vai ser enterrado, mas a chuva vem e fica tudo igual. O que permanece? Aquele tesouro que acumulou no Céu, aquela poupança que fez no Céu, que são os valores espirituais cultivados na vida: a bondade, o amor, os atos de misericórdia, o cuidado para com os pobres, o perdão dado, a reconciliação semeada. Esses bens ninguém pode roubar de nós!

O olho é a luz do corpo, é a luz da vida, onde está o nosso olhar é ali que brilha a nossa vida. Que o nosso olhar se volte para os valores eternos e não para os bens deste mundo.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

 

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".