Deus nos criou para vivermos na verdade

“Cuidado com os falsos profetas: Eles vêm até vós vestidos com peles de ovelha, mas por dentro são lobos ferozes” (Mateus 7,15).
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Cuidemos de nós; em primeiro lugar, para não sermos falsos, porque tudo que é verdadeiro pode ser falsificado. Na sociedade da falsidade, que é o mundo onde nos encontramos hoje, tudo se falsifica. Tem dinheiro que é verdadeiro, tem dinheiro que é falso; tem que comprar hoje coisa para medir até o dinheiro que você recebe. Notícias verdadeiras facilmente se tornam notícias falsas, mas o mais duro é Deus ter nos criado na verdade e virarmos falsidade.

Então, a primeira coisa: não nos alimentemos do que é falso, mentiroso, do que é enganoso. Trabalhemos pela nossa autenticidade de vida e de palavra. Trabalhemos pela autenticidade do nosso coração, trabalhemos para sermos pessoas autênticas. O que eu seja aqui, eu seja também acolá; o que eu faço aqui, eu assuma aquilo que falei.

Se formos pessoas falsas, a nossa profecia também será falsa, o nosso profetismo será desacreditado. Podemos até falar as melhores palavras, termos a melhor das intenções, mas se não nos revestirmos da autenticidade, também seremos confundidos com os falsos profetas.

Há muitos caminhos de ilusão levados pela empolgação, pelo sentimentalismo, que não correspondem à verdade

Os falsos profetas estão aí, aqui não é questão de julgar essa ou aquela religião, porque primeiro é preciso olhar para o próprio coração, a própria vida e a própria casa.

No seio da nossa própria Igreja Católica, há muitas coisas falsas, ilusórias e enganosas, há muitos caminhos que são ensinados que não correspondem à verdade, há muitos caminhos de ilusão levados pela empolgação, pela emoção, pelo sentimentalismo, que não correspondem à verdade. Há muita falta de sinceridade, e é preciso que cada um se volte para si, e simplesmente não propagar, vender e dar para o outro, porque o mundo onde estamos, as pessoas estão sedentas e necessitadas.

Se as pessoas comem até comida envenenada, porque estão tão famintas, quantas vezes estamos dando também o alimento envenenado e falsificado em nome da popularidade, do populismo ou o nome que queremos dar, pela falta de reflexão e de se voltar para a verdade!?

Não vamos negar que vivemos em meio a um mundo onde existem falsas religiões, existem lobos revestidos de pele de ovelha, falando coisa bonita em nome de Deus, falando o nome de Deus aqui e acolá.

Cuidemos, não nos iludamos, o nome de Deus se tornou moeda de troca na política, na economia e nos negócios. Querem se eleger, querem ser reconhecidos e usam o nome de Deus. Cuidemos porque vivemos num mundo de muitas falsificações, cuidemos porque muitos pregam aquilo que as pessoas querem ouvir, e a falsidades, os enganos, as coisas fakes tomam conta da vida.

É preciso que produzamos os frutos! E olhemos para eles para que permaneçamos na árvore verdadeira. Que Deus nos conduza no caminho da verdade para não nos desviarmos nem nos tornarmos falsos no mundo tão falsificado onde estamos.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

 

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".