Paz no Líbano: Papa convida a rezar pelo país para sair da grave crise

Francisco convidou os fiéis, presentes na Praça São Pedro para rezar o Angelus, a se unirem novamente em oração na próxima quinta-feira, 1º de julho. Na oportunidade, os líderes das Igrejas presentes no Líbano estarão no Vaticano para rezar, dialogar e refletir sobre o futuro daquela terra.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Ao final da oração mariana do Angelus, nesta terça-feira (29), o Papa recordou que na próxima quinta-feira, 1º de julho, o dia será especial “de oração e reflexão pelo Líbano no Vaticano”. E afirmou:

“Junto com os líderes de todas as Igrejas presentes no País dos Cedros, vamos nos deixar inspirar pela Palavra da Escritura que diz: “O Senhor Deus tem planos de paz” (Jr 29,11). Convido todos a se unirem espiritualmente a nós, rezando para que o Líbano possa se recuperar da grave crise que está passando e mostre mais uma vez ao mundo a sua face de paz e esperança.”

Os 160 anos do L’Osservatore Romano

Em seguida, o Papa também se congratulou com os colegas do jornal vaticano L’Osservatore Romano que começa um mês de julho de festa:

“No dia 1º de julho será comemorado o 160º aniversário da primeira edição do ‘L’Osservatore Romano’, o ‘jornal de partido’, como eu o chamo. Felicidades e muito obrigado pelo serviço de vocês. Continuem o seu trabalho com fidelidade e criatividade.”

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".