Preciosíssimo sangue de Jesus: fonte de vida e salvação

Neste momento difícil, marcado por perdas e incertezas devido à pandemia, peçamos para sermos purificados pelo Preciosíssimo Sangue que brota das Santas Chagas do Senhor
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

ncrível como o tempo passa rápido. Chegamos ao mês de julho, já estamos no segundo semestre do ano. Diante das dificuldades e sofrimentos que ainda estamos vivendo, somos convidados a não desanimar e a clamar com confiança uma aspersão com o Sangue Redentor, para que cure e restaure a humanidade.

A devoção ao Preciosíssimo Sangue de Jesus é muito antiga e, para entendê-la, São João Crisóstomo nos desafia. “Quereis conhecer o poder do Sangue de Cristo? Repara de onde começou a correr e de que fonte brotou”.

Realmente, essa devoção está ligada à Paixão de Jesus Cristo. Foi na Cruz que Ele derramou Seu Sangue para nossa salvação.

O sangue no Antigo Testamento

No Antigo Testamento, o sangue era visto como um elemento indispensável, que desempenhava um papel fundamental no organismo humano e animal. O sangue também expressa o caráter expiatório, como vemos em Levítico. “Pois a vida de todo ser vivente está no sangue. É por isso que Deus mandou que o sangue dos animais oferecidos como sacrífico fosse derramado no altar a fim de conseguir o perdão dos pecados do povo. Pois é o sangue, isto é, a vida, que tira os pecados” (Lv 17,11).

As alianças eram com sangue, como a entre Abraão e o Senhor Deus (cf. Gn 15,9-19). O sangue serviu de sinal, na noite da libertação, quando por ordem do Senhor foi passado no batente das portas das casas dos hebreus. Assim, quando o Senhor passou pela terra do Egito ferindo os primogênitos, aqueles cujas casas estavam marcadas com o sangue do cordeiro foram poupados (cf. Êx 12,1-14).

O Preciosíssimo Sangue de Jesus

Jesus com Seu Preciosíssimo Sangue sela e inaugura a nova e eterna aliança. Ele é o cordeiro pascal, o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. Livremente aceitou o sofrimento e o sacrifício na Cruz para expiar nossos pecados, derramando até a última gota do Seu Sangue. Nosso Salvador remiu-nos “não com sangue dos bodes ou bezerros, mas com o seu próprio Sangue” (cf. Hb 9,12). Como afirma São Pedro, “Ele pagou o preço do nosso resgate com o Seu próprio Sangue, como o de um cordeiro sem defeito nem mancha”.

O dom de si que Jesus deu de uma vez por todas é um dom que nos é oferecido continuamente pela fé e por meio dos sacramentos, particularmente da Confissão e da Eucaristia.

Pelo Sacramento da Reconciliação (Confissão), nossos pecados do dia a dia são perdoados e somos lavados no Sangue do Cordeiro imolado na Cruz. São Clemente de Roma escreveu: “Tenhamos os olhos fixos no Sangue de Cristo e compreendamos quanto Ele é precioso para o Seu Pai, pois que, derramado para nossa salvação, proporcionou ao mundo inteiro a graça do arrependimento”.

Na Eucaristia Jesus é presença real em Corpo, Sangue, Alma e Divindade. Diz São Paulo, “O cálice de bênção, que abençoamos, não é a comunhão do Sangue de Cristo? E o pão, que partimos, não é a comunhão do Corpo de Cristo?” e ainda “Este cálice é a Nova Aliança no meu sangue; todas as vezes que o beberdes, fazei-o em memória de mim. Portanto, todo aquele que comer o pão ou beber o cálice do Senhor indignamente será culpável do corpo e do sangue do Senhor” (1Cor 10,16; 11,25-27).

Sangue e cruz

O sacrifício da Cruz é a forma mais radical do amor ágape e a fonte que gera vida em abundância. Sigamos o que nos ensina nosso intercessor São Pio de Pietrelcina. “Contemplemos com devoção o Sangue de Jesus derramado até a última gota por nós na Cruz pela redenção da humanidade.”

Como ainda estamos enfrentando um momento difícil, marcado por perdas e incertezas devido à pandemia de Covid-19, seguimos pedindo para sermos “Purificados pelo Preciosíssimo Sangue que brota das Santas Chagas do Senhor”. Nossas intenções durante este mês serão direcionadas para a cura da humanidade, além de pedirmos pelas nossas famílias e pelas intenções particulares. Rezemos juntos:

Oração ao Preciosíssimo Sangue de Jesus

“PURIFICADOS PELO PRECIOSÍSSIMO SANGUE QUE BROTA DAS SANTAS CHAGAS DO SENHOR”

“Senhor Jesus, das Tuas Santas Chagas brotou o Teu Preciosíssimo Sangue como fonte de vida eterna.

Derrama Senhor Teu Sangue sobre nós e purifica os nossos pensamentos e ações.

Purifica-nos Senhor de todo desejo do pecado. Dá-nos a virtude da retidão e a pureza do corpo e da alma. 

Com Teu Preciosíssimo Sangue cura-nos da tristeza, da depressão, do medo e de todas as enfermidades físicas e espirituais.

Pelo Teu Preciosíssimo Sangue, Senhor, livra-nos da crise financeira e não deixe nos faltar o necessário para uma vida digna.

Senhor Jesus, derrama uma gota do Teu Preciosíssimo Sangue em nossas famílias, nosso ambiente de trabalho e livra-nos das desavenças, da inveja e tudo que possa nos prejudicar.

Na presença de Tua Mãe, Nossa Senhora do Carmo, clamamos o Poder do Teu Sangue Redentor.

Pelo Teu Preciosíssimo Sangue, lava-nos, Senhor.

Pelo Teu Preciosíssimo Sangue, purifica-nos, Senhor.

Pelo Teu Preciosíssimo Sangue, liberta-nos, Senhor.

Amém.”

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".