A prudência deve estar em todas as nossas ações

“Eis que eu vos envio como ovelhas no meio de lobos. Sede, portanto, prudentes como as serpentes e simples como as pombas” (Mateus 10,16).
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Não podemos ser ingênuos, a ingenuidade não pode ser nunca uma característica de um homem, de uma mulher madura. Eu nem digo a maturidade da idade, mas a maturidade que precisamos ter sempre na vida. A forma de sermos maduros é vencermos a nossa ingenuidade.

O discípulo de Jesus tem que ser puro. Um homem de Deus e uma mulher de Deus têm que ser puros, mas não confunda nunca pureza com ingenuidade. A inocência pertence às crianças, e nós perdemos a inocência por força do pecado no mundo em que estamos e, por isso, precisamos ser vacinados pela graça de Deus. Porque, o Senhor nos envia no mundo em que estamos para sermos ovelhas, e não sermos lobos nem confundidos no meio de tantos lobos no mundo em que estamos.

O ingênuo é aquele que acredita em tudo, é aquele que vê tudo como bom, como se tudo fosse maravilhoso. O mundo tem a sua beleza, a sua bondade, o mundo tem suas pessoas boas, o mundo tem a graça de Deus, mas nem tudo é bom, nem tudo é verdadeiro, nem tudo é autêntico, nem tudo edifica, nem tudo que parece belo é belo; nem tudo que vem com cores, e até com a Palavra de Deus, significa que é de Deus. Nem todos aqueles que chegam falando coisas bonitas e edificantes têm, na verdade, a profundidade da verdade.

A sabedoria está na simplicidade que vem da humildade e nos conduz para a sagacidade da prudência

Não podemos mais caminhar com ingenuidade, porque temos nossas carências e necessidades, e chega alguém que nos agracia com um monte de palavras, nos seduz com aquilo que fala, nos seduz porque nós temos nossas necessidades e nos deixamos levar.

Cuidado com os lobos ferozes que nos roubam do Senhor, cuidado com aqueles que nos levam por filosofias, por caminhos, ensinamentos que não correspondem à verdade.

Precisamos, na verdade, da prudência das serpentes. É interessante isso porque, lá no paraíso, a serpente é o símbolo da malícia e do pecado, mas aqui a serpente, como aquela serpente que foi colocada na haste por Moisés para ser um sinal da salvação para aquele povo doente, a serpente é para nós sinal daquele que precisa ser prudente e atento. Porque a serpente está atenta onde ela vai ser atacada para poder reagir, para poder fugir ou viver.

Nós, muitas vezes, perdemos a vida ou a vida perece por falta de prudência, e prudência não pode faltar em momento nenhum da nossa vida. Ser prudente é ser sábio, é saber a hora certa, o momento certo; ser prudente é saber calar quando é preciso calar, falar quando é necessário falar, mas saber esperar quando se faz necessário esperar e refletir.

Cuidado, porque nós somos muito impulsivos, muitas vezes, movidos por nossas emoções e sentimentos nós já seguimos qualquer vento. Preste atenção no momento, seja determinado naquilo que você faz, mas esteja sempre na reflexão de saber fazer escolhas, de saber dizer não, de saber, talvez, a hora de refletir e pensar melhor.

Faça tudo isso com a mansidão de uma pomba, com a simplicidade que precisa ser simples. Não precisa ser aquela pessoa complicada, que vê dificuldade e problema em tudo. O simples é aquele que simplifica, não é aquele que complica tudo e coloca dificuldade em tudo.

Para viver neste mundo é preciso ter sabedoria, e a sabedoria está na simplicidade que vem da humildade e nos conduz para a sagacidade da prudência. Se não vivermos assim, a nossa vida perece diante de tantas adversidades.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".