Nossos avós são a ação de Deus na história da nossa vida

“Em verdade vos digo, muitos profetas e justos desejaram ver o que vedes, e não viram, desejaram ouvir o que ouvis, e não ouviram” (Mateus 13,17).
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Hoje, celebramos os avós de Jesus: São Joaquim e Sant’Ana, os pais da Virgem Maria. É dessa raiz santa que vem nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Quando olhamos para os nossos avós, olhamos para a nossa própria história, porque a nossa história não começa com o dia em que fomos concebidos, gerados, o dia que viemos para este mundo. A nossa história começa com os nossos antepassados, a nossa história começou lá atrás… E o quanto é importante conhecermos a nossa história!

Digo, insisto e repito: se você tem vô e vó, aproveite, saboreie, valorize; olhe para eles como um referencial de vida. E digo mais, escute-os o máximo que você puder escutar. Conheça a sua história, conheça de onde você veio, conheça as lutas e labutas para que você chegasse a ser o que você é, porque começou lá com seus avós, bisavós; e assim por diante.

Quando olhamos para os nossos avós, olhamos para a nossa própria história

Nossos avós são a continuação, a ação de Deus na história da nossa vida. Não tive a graça de conviver com os meus avós porque, eu ainda pequeno, os vi falecer praticamente um por um deles, muito próximos uns dos outros, mas são lembranças e recordações maravilhosas. O que não pude saber, procurei conhecer da minha mãe quem eram os meus avós, porque só os conhecendo, posso conhecer a minha história e saber melhor quem sou eu.

Na sociedade em que estamos se despreza o que é velho como se fosse ultrapassado, nossos avós nunca serão ultrapassados, pelo contrário, nós é que precisamos alcançá-los na sabedoria, na virtude e na vivência que tiveram. Não só precisamos amá-los muito, cuidar deles com toda a intensidade do nosso coração, mas precisamos respeitá-los, reverenciá-los e cuidar com todo amor do nosso coração.

O mundo é mais belo porque temos os nossos avós. Por isso, hoje, voltemos nossa prece, nosso amor, nosso carinho e nossa ternura, porque Jesus teve os Seus avós, Sant’Ana e São Joaquim.

Os Evangelhos não nos relatam se Jesus teve a graça de conviver com eles, pode ser que sim, pode ser que não, mas o mais importante é que Jesus os teve. Do mesmo jeito, muitos de nós, como eu, não convivi com os meus avós, mas os tive, os conheci por memória da mamãe e, por isso, até hoje tenho uma ligação de amor e de ternura com eles no Céu. Quando chegarmos lá não podemos estranhar a nossa história, precisamos agora assumi-la para que estejamos plenamente curados, sejamos plenamente assumidos no que somos, conhecendo melhor a nossa história.

Deus abençoe os nossos vovôs e vovós!

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

 

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".