O que aconteceu com Maria Madalena depois da ressurreição de Jesus

Embora não saibamos ao certo o que aconteceu, aqui estão algumas tradições transmitidas ao longo dos séculos
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Na última vez em que vemos Maria Madalena na Bíblia, Jesus diz a ela: “Vai a meus irmãos e dize-lhes: Subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus” (Jo 20, 17).

Ela fez exatamente isso e proclamou a eles: “Eu vi o Senhor!” Depois disso, o restante da Bíblia é silencioso quanto ao que ela fez e para onde foi.

Existem, no entanto, diversas tradições que dão pistas sobre o que teria ocorrido com ela após a Ressurreição de Jesus.

O texto medieval conhecido como Legenda Aurea (Lenda Dourada) retrata Maria Madalena como pregadora. Ela conta uma história, por exemplo, em que Maria Madalena ensina sobre Jesus a alguns pagãos.

Quando a abençoada Maria Madalena viu as pessoas reunidas no santuário para oferecer sacrifícios aos ídolos, ela avançou, com seus modos calmos e sua face serena, e, com palavras bem escolhidas, chamou-os para longe do culto aos ídolos e pregou Jesus Cristo fervorosamente a eles.

Depois de algumas aventuras pregando o Evangelho de Jesus, o texto afirma que ela se retirou à solidão pelo resto da vida:

Naquela época, a bem-aventurada Maria Madalena, desejando dedicar-se à contemplação celestial, retirou-se para um deserto e viveu de forma desconhecida por trinta anos num lugar preparado pelas mãos dos anjos.

De acordo com esse relato, ela teria morrido depois de receber a Sagrada Comunhão de um padre que morava nas proximidades.

Por outro lado, a Catholic Encyclopedia relata algumas histórias diferentes:

A Igreja grega afirma que a santa se retirou para Éfeso com a Santíssima Virgem e lá morreu; que as suas relíquias foram transferidas para Constantinopla em 886 e lá estão preservadas. Gregório de Tours apoia a afirmação de que ela foi para Éfeso.

Existe, inclusive, uma versão popular segundo a qual Maria Madalena teria ido para a França. De acordo com suposições recopiladas pelo site AtlasObscura, “quando Maria Madalena fugiu da Terra Santa, diz a lenda que ela se refugiou numa caverna [perto das montanhas Sainte-Baume, no sul da França]. Essa caverna, no topo da montanha, abriga hoje um mosteiro oculto, chamado Santuário de Maria Madalena”.

Seguindo essa mesma linha de suposições de remotas origens, algumas de suas relíquias estariam guardadas numa igreja em Aix-en-Provence, também na França, perto de um local onde ela teria vivido como eremita durante 30 anos.

Simplesmente não se sabe o que há de verdadeiro no meio dessas lendas, mas, qualquer que tenha sido o caso, é muito provável que Maria Madalena tenha tido um lugar privilegiado na Igreja primitiva devido ao seu encontro pessoal com o Senhor Ressuscitado.

Aleteia
Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner
INFORMATIVO
banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".