Santo Afonso Maria Ligório

Santo Afonso nasceu na cidade italiana de Marinella, próxima à cidade de Nápoles, no dia 27 de setembro de 1696.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Seu pai, José, era oficial da marinha de guerra e sua mãe, Ana Cavalieri, pertencia à uma família da nobreza; tiveram oito filhos ao todo, sendo Afonso o primogênito. Durante sua infância teve uma profunda educação religiosa, demonstrando, desde pequeno, sentimentos de compaixão para com os menos favorecidos. Em sua juventude, ingressa na faculdade fazendo seus estudos na área de filosofia e de direito; é preciso dizer também, que durante toda a sua vida acadêmica, Afonso deu mostrar de grande inteligência, aprendendo as mais variadas artes: teologia, música, poesia, etc. Após alguns anos trabalhando como advogado, decide entregar-se totalmente ao Senhor; isso acontecerá devido a um revés em sua carreira: apesar de ter defendido brilhantemente a causa de um cliente seu, o juiz, que havia sido corrompido, pronunciou uma sentença injusta, fazendo com que Santo Afonso perdesse a confiança que tinha nos sistemas humanos da justiça. No ano de 1726 será ordenado presbítero, e a partir daí, seu tempo e seu ministério serão empregados nos bairros mais pobres da cidade de Nápoles: aí exercerá as funções de pregador e confessor. Durante esse período, cultiva também o desejo de ser missionário no Oriente, para tanto, ele se prepara tomando parte, duas ou três vezes ao ano, nas missões que eram feitas nos territórios mais internos e pertencentes então ao Reino de Nápoles. Em 1732, diante da necessidade de atender os mais pobres, Santo Afonso funda a Congregação do Santíssimo Redentor (padres redentoristas). Seu perfil biográfico é de grande complexidade, dado o vasto campo em que atuou e as vicissitudes que experimentou: chegou a ser expulso da própria Congregação que ele fundara. No entanto, sempre deu mostras de grande paciência nas humilhações. No dia 1º de agosto de 1787, com mais de noventa anos, Santo Afonso foi chamado à casa do Pai. Em 1839 foi canonizado e, em 1871, foi declarado doutor da Igreja. Deixou vários escritos de grande piedade. No Brasil sua memória foi amplamente divulgada pela presença de seus filhos espirituais: a Congregação dos Redentoristas atuou, e atua ainda, em vários territórios do Brasil, organizando as populares “Santas Missões”. Além disso, os padres Redentoristas estão à frente de importantes Santuários católicos no Brasil, como o Santuário de Nossa Senhora de Aparecida.

Aleteia

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner
INFORMATIVO
banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".