Corrijamos os irmãos em particular

“Se teu irmão pecar contra ti, vai corrigi-lo, mas em particular, a sós contigo! Se ele te ouvir, tu ganhaste o teu irmão” (Mateus 18,15).
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A direção que a Palavra de Deus quer nos dar, no dia de hoje, é que nós precisamos ganhar o irmão, não podemos perdê-lo, pois por ignorância, vaidade ou ilusão estamos perdendo uns aos outros, porque não sabemos ser corrigidos nem sabemos corrigir uns aos outros.

Em época de redes sociais, como é o tempo em que nós estamos vivendo, todo mundo se acha juiz, dono da verdade, todo mundo se acha no dever de corrigir, de fazer sentenças, de condenar, determinar o que é certo e o que é errado. O que estamos vendo é uma grande explosão da hipocrisia religiosa, inclusive, nos grupos religiosos de tantas redes sociais.

As pessoas estão querendo corrigir umas às outras, as pessoas estão querendo ensinar umas às outras, chamando à atenção e expondo o irmão de uma forma, muitas vezes, até ridícula, criando situações simplesmente vergonhosas. “Se teu irmão pecar…”. “Pecar” aqui assume o sentido de errar, de falar o que não concorda, de falar aquilo que acha que não é correto, de fazer aquilo que talvez cause escândalo ou dúvida.

O lugar de corrigir o irmão no coração é a sós com ele; o lugar de corrigirmos uns aos outros é no particular

Veja o Evangelho: não é ele que você quer tanto ensinar? Não é o Evangelho que você insiste tanto em entender? Então, se você acha que seu irmão está errado, faça o que o Evangelho manda; e ele está sendo muito claro conosco: “Se teu irmão errar, vai corrigi-lo em particular, a sós contigo”.

O lugar de corrigir o irmão não é na rede social, não é na frente dos outros, o lugar de corrigir as pessoas, chamar à atenção delas, não é as expondo em situação alguma. O lugar evangélico de corrigir e de sermos corrigidos é no particular. Deus pode corrigir muitos com a Sua palavra, mas pense que vexame: o padre está na igreja e vê uma pessoa errando, ele a corrige, chama à atenção dela na frente de todo mundo! E que vergonhoso é uma mãe que corrige um filho de uma forma vexatória para todo mundo ver e ouvir. Não é assim que se corrige evangelicamente.

Você quer chamar à atenção? Chame primeiro do seu coração, para que saiba conter as suas hesitações, essa vontade, essa gama de querer ter a razão. Você perde toda razão, você perde até a direção, você perde realmente até o senso da verdade e, sobretudo, o Evangelho, perde o irmão. Você perde o coração quando não sabe, de verdade, corrigir.

Preste atenção: se a palavra do Papa não basta, se a palavra da Igreja não basta, se Jesus não basta, é sinal de que você basta a si mesmo.

O lugar de corrigir o irmão no coração é a sós com ele, o lugar de corrigirmos uns aos outros é no particular; se eu ainda não sei fazer, preciso aprender, preciso primeiro estar aos pés de Jesus, preciso primeiro orar e suplicar.

Quando Jesus nos dá a graça, o momento na prudência, vamos a sós corrigir o irmão, mas que a visão mundana não tome conta do nosso coração. Que sejamos movidos pelo Evangelho, e que ele nos ensine como devemos ganhar o irmão, porque estamos perdendo, irmãos e irmãs, por não sabermos ter humildade e correção fraterna de forma evangélica.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

 

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner
INFORMATIVO
banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".