Os santos também tiveram defeitos

Santo Agostinho, São Francisco de Sales, Santa Teresinha: apenas alguns exemplos de santos cheios de defeitos e pecados, mas que conseguiram encontrar o caminho da superação e da santidade
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Nós costumamos idealizaros santos. Pensamos que eles foram seres humanos superiores, com superpoderes, distantes dos demais mortais devido à sua perfeição.

Lembro-me, quando criança, que gostava de me separar de minha mãe para visitar uma igreja e ver as imagens dos diferentes santos que a enfeitavam.

Fiquei feliz quando encontrei São Francisco de Assis, meu santo favorito, em um nicho.

Mas muitos santos canonizados pela igreja foram, nos seus primórdios, como nós: meros mortais, pecadores e com muitos defeitos.

O santo da bondade

Diz-se que São Francisco de Sales perdia a doçura de sua personalidade com muita facilidade e explodia de raiva. Ele tinha um gênio forte. Entretanto, propôs a superar o defeito que o dominava – seu péssimo temperamento – e ficou conhecido como o santo da bondade.

Sua mudança foi tão grande que Dom Bosco nomeou sua congregação de Salesianos por causa deste admirável santo, que lutou contra si mesmo e venceu pela graça de Deus.

Santos cheios de falhas

Dizem que Santo Afonso Maria de Ligório foi outro que conseguiu dominar seu forte temperamento. Santo Agostinho também tinha muitas fraquezas e era um grande pecador antes de sua conversão. Santa Teresinha do Menino Jesus era teimosa até não poder mais.

Enfim, a lista de santos que não foram perfeitos não tem fim. O grande São Paulo escreveu:

“Eu não faço o que eu quero, mas o que eu odeio. Mesmo que eu queira fazer o bem, é o mal que vem ao meu encontro”.

Portanto, não espere ser diferente deles. Você tem fraquezas, você cai, você se levanta, mas eu também sei que você é “um santo no caminho”.

Deus quer você santo

Deus sabe como você é e ainda o chama para a santidade.

É maravilhoso saber em primeira mão que centenas de pessoas sentiram o chamado de Deus para a santidade, para mudar suas vidas e ter um propósito nobre.

Cada vez que alguém me escreve contando sobre seus desejos de santidade, entre outros conselhos edificantes que lhes dou está um que é muito prático, simples e está ao alcance de todos:

“Vá a uma livraria católica e peça qualquer livro que contenha a vida de diferentes santos. Acima de tudo, adoro recomendar a obra “História de uma alma”, de Santa Teresinha do Menino Jesus”.

Leia as biografias dos santos

Devemos conhecer a vida dos santos em nossa Igreja Católica. Os santos são, para mim, a melhor referência para quem quer escalar a montanha de Deus.

Por quê?

É muito simples: porque eles eram cheios de defeitos, como você e eu. E eles conseguiram superá-los. Tornaram-se santos e podem nos ensinar o caminho íngreme e difícil para alcançar a santidade.

Deus os abençoou com inúmeros milagres que testemunharam a presença e o prazer de Deus por seus esforços, orações e atos bondosos.

Então, se você quer ser santo, Deus lhe dará os meios. Você só precisa confiar e se abandonar no amor dele.

Deus te abençoe!

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner
INFORMATIVO
banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".