Sacerdote assassinado em Uganda

Joshephat Kasambula, de 68 anos, serviu na Diocese de Kiyinda-Mityana como pároco de Lwamata.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Padre Joshephat Kasambula, da Diocese de Kiyinda-Mityana, Uganda, foi assassinado a sangue frio no final da tarde de 18 de agosto por uma pessoa com problemas de dependência de drogas.

O crime ocorreu quando o sacerdote foi supervisionar os trabalhos em um terreno e acabou se deparando com seu assassino que ocupava ilegalmente o local. Ao perguntar quem o havia autorizado a entrar no local foi atingido nas costas por um instrumento rombudo, morrendo na hora vítima do golpe.

Segundo algumas testemunhas, o assassino é conhecido na região pelo uso de drogas e no momento do crime estaria sob efeito de entorpecentes.

Relatos indicam que por vários anos o sacerdote não visitou a casa e o terreno de sua família. O assassino aproveitou-se da falta de vigilância e ali se instalou já há algum tempo.

Joshephat Kasambula, de 68 anos, serviu na Diocese de Kiyinda-Mityana como pároco de Lwamata. A polícia levou seu corpo para uma autópsia enquanto continua a busca pelo assassino que fugiu.

*Com Agência Fides 

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner
INFORMATIVO
banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".