O humilhado é sempre exaltado pela sabedoria de Deus

“Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado” (Mateus 23,11-12).
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Jesus está ensinando aos Seus discípulos e a nós também, nos dias de hoje, a termos cuidado com os mestres da Lei e com os fariseus e, a sobretudo, observarmos a nossa própria vida, para que não nos tornemos um mestre da Lei e um fariseu na vivência religiosa.

É importante dizer que os mestres da Lei e os fariseus eram as grandes referências religiosas na época de Jesus. Os mestres da Lei eram mestres da Lei porque conheciam a Lei, porque estudavam e tinham autoridade sobre ela. Os fariseus eram aqueles que tinham uma observância estrita da Lei Divina, observavam até mais que os outros. E Jesus está nos dizendo que eles não servem de referência nem de exemplo, porque eles falam, mas não fazem; eles ensinam, mas não praticam; eles cobram dos outros, mas não cobram de si mesmos; ou seja, eles não têm autoridade.

Até escutem eles, mas não façam o que eles fazem; o que eles ensinam sobre a Lei não é mentira, a Palavra de Deus é essa, mas se eles não dão exemplo, não siga o mau exemplo deles. Isto é, mais do que nunca, pertinente para os tempos em que vivemos.

Quem se exalta, será humilhado pela vida, mais humilhado, inclusive, pelo julgamento de Deus

É preciso dizer que, muitas vezes, até nós, que estamos ensinando a Palavra de Deus, precisamos realmente nos revermos, porque não basta ensinar, é preciso viver o que se ensina; não basta falar, é preciso primeiro viver o que se fala, porque senão cairemos na grande contradição da vida religiosa. São religiões que muito cobram e pouco na prática vivem, são autoridades religiosas que são boas para falar, para gritar, para exigir dos outros, mas pouco exigem de si mesmas.

Que a Palavra de Deus nos ensine a não sermos guias cegos, mas sermos guias da luz; e, para isso, precisamos viver na luz e na graça.

A primeira coisa que precisamos aprender é não sermos grandes, é não querermos ser importantes, é não querermos ser donos da verdade porque começamos a cair em contradição quando nos sentimos senhores do bem e do mal. Quando pegamos para nós a autoridade da verdade, achamos que sabemos tudo, que podemos tudo, que só passa pelo meu critério, que só a minha verdade é a verdade.

Cuidado! Aquele que se sente grande, se torne menor; aquele que acha que sabe tudo, procure ser aquele que mais deve aprender. A grande lição da vida é sabermos aprender, inclusive, com os pequenos.

Quem se exalta, será humilhado pela vida, mais humilhado, inclusive, pelo julgamento de Deus. Procure humilhar o próprio coração, a própria sabedoria e a própria razão que se sente maior do que todos, porque quem se humilha será sempre exaltado pela sabedoria de Deus.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

 

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".