São Pio X

Celebramos, hoje, um Papa que mereceu ser reconhecido por santo, embora, na humildade típica das almas abençoadas, José Sarto respondia àqueles que o chamavam de santo: “Não santo, mas Sarto”.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Nascido em 1835, ao norte da Itália e de família muito simples e religiosa, o pequeno José, com muito esforço e sacrifício, conseguiu – com o apoio dos pais – estudar e entrar para o Seminário. Com sua permanente autodefinição: “um pobre vigário da roça”, José Sarto percorreu com simplicidade o caminho que o Espírito Santo traçou da responsabilidade de vigário de uma pequena aldeia até o Papado.

Tomou o nome de Pio X em 1903. Chamava a atenção pela modéstia e pobreza que o possibilitava à vivência da sua ideia-força: “Restaurar todas as coisas em Cristo”. São Pio X foi Papa de 1903 a 1914. Ocupado com a pastoral, São Pio X realizou reformas na liturgia, favoreceu a comunhão diária e a comunhão das crianças, sendo que, no campo doutrinal, rebateu por amor à Verdade o relativismo moderno.

Sorridente, pai e pastor, São Pio X entrou no Céu com 79 anos, deixando para a Igreja o seu testemunho de pobreza, pois, conta-se o fato, tomou dinheiro emprestado para comprar as passagens de ida e volta rumo ao Conclave que o teria escolhido Papa, pois não acreditava num erro do Espírito Santo. Em 1954, foi canonizado pelo papa Pio XII.

São Pio X, rogai por nós!

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner
INFORMATIVO
banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".