Peru. Iniciada novena de Santa Rosa de Lima, padroeira das Américas

A cada 30 de agosto, na festa da Santa, o Santuário de Santa Rosa em Lima recebe milhares de fiéis. A padroeira do Peru, das Américas, das Índias Ocidentais e das Filipinas, que viveu entre os séculos XVI e XVII, foi canonizada muito cedo - a primeira mulher sul-americana na história -, em 1671, pelo Papa Clemente X. Ela também é padroeira da Polícia nacional do país andino
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Ouça a reportagem e compartilhe!

Teve início no sábado, 21 de agosto, a novena dedicada a Santa Rosa de Lima, cuja memória litúrgica cai no dia 23 de agosto, mas o Peru e outros países a celebram no dia 30 de agosto.

A padroeira do Peru, das Américas, das Índias Ocidentais e das Filipinas, que viveu entre os séculos XVI e XVII, foi canonizada muito cedo – a primeira mulher sul-americana na história -, em 1671, pelo Papa Clemente X.

Uma vida de oração, penitência e mortificação

Isabel Flores de Oliva, este é seu nome, nasceu em 20 de abril de 1586 em Lima, no seio de uma família nobre, de origem espanhola. Aos 20 anos entrou na ordem das irmãs Dominicanas, seguindo seu modelo, Santa Catarina de Siena, e se retirou para uma vida de oração, penitência e mortificação em um pequeno eremitério no jardim da casa materna, do qual só saia para as funções religiosas.

A mística, amiga dos indígenas, provada em vida por grandes penas e enfermidades, morreu em 30 de agosto de 1617. Foi proclamada padroeira do Peru em 1669 e do Novo Mundo e das Filipinas em 1670. Ela também é padroeira da Polícia nacional do país andino.

Santuário dedicado à Santa recebe milhares de fiéis

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner
INFORMATIVO
banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".