Última música de Ed Sheeran é um ato de fé

Lançamento do cantor e compositor britânico fala sobre a vida eterna; música é dedicada a um amigo dele, que morreu recentemente
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Sede do Céu. É assim que se descreve o videoclipe da música Visiting Hours (“Horários de Visita”), que Ed Sheeran publicou no Youtube.

O cantor e compositor britânico, considerado um dos mais populares expoentes da música contemporânea, dedica esta canção ao seu amigo Michael Gudinski, que ele define como “figura paterna” e “mentor”.

Gudinski foi uma das personalidades mais importantes da indústria fonográfica australiana, e morreu recentemente aos 68 anos.

Ed Sheeran e a dor da morte

Ao receber a notícia da morte do amigo, no dia 2 de março de 2021, Sheeran transformou sua dor em um ato de fé na vida após a morte, por meio de uma composição musical que reflete a fé que recebeu de sua família.

Ed Sheeran, que começou a cantar aos quatro anos em sua paróquia católica, ficou duas semanas em quarentena para poder viajar para a Austrália durante a pandemia e, assim, participar de uma homenagem a seu amigo. Não é por acaso que o videoclipe da música foi filmado em uma igreja.

Foi durante o confinamento que ele compôs esta canção, na qual deseja que “o céu tivesse horário de visita para poder aparecer e trazer boas novas”.

Dizer ao amigo que sua filha, nascida em agosto de 2020, “está crescendo” e que “as coisas que ela vai aprender de mim, aprendi com você”.

Aqui está a versão que ele mesmo interpretou na homenagem a Michael:

Fé na vida após a morte

Os versos de Sheeran refletem o desejo que tantas vezes experimentamos ao lembrar os nossos falecidos avós, pais, amigos …

“Eu gostaria que o céu tivesse um horário de visita, então eu poderia simplesmente aparecer por aí e pedir seu conselho”, diz ele ao amigo. “O que você faria na minha situação? Não tenho ideia de como criar meus filhos. O que você faria? Porque você sempre sabe o que é certo. “

O grande astro da música confessa até seus medos íntimos: “Será que podemos conversar um pouco até que minhas preocupações desapareçam? Eu diria que estou com medo de me tornar um fracasso.”

Por fim, o cantor acalma seus medos com aquela frase deixada para ele por Gudinski: “a resposta está no amor que criamos”.

Demonstrando fé na vida eterna, Ed Sheeran, conclui a canção com estas palavras para Michael: “Isso não é um adeus, é apenas ‘até que nos encontremos novamente’.

Aqui está a versão que Ed Sheeran postou no YouTube:

Aleteia

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

banner
INFORMATIVO
banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".