Multipliquemos os dons que recebemos de Deus

“Pois a quem tem alguma coisa, será dado ainda mais; e àquele que não tem, será tirado até mesmo o que ele pensa ter” (Lucas 8,18).
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Quando escutamos a lógica de Jesus, vamos pensar: “Não tem lógica isso. Se Deus veio nos trazer a justiça, como é que Ele está dizendo que quem tem alguma coisa será dado ainda mais, e quem não tem será tirado até o que tem?”. Porque o que nós temos são dons e talentos, essa é a graça que todos nós temos, até quem você pensa que não tem dom nenhum… Aí o que você pensa não ter, realmente você não vai, porque até o que você imagina ter lhe será tirado, porque a vida lhe tira, o tempo lhe tira, porque a graça lhe tira. Mas o que você tem, se você usa, se você multiplica, se você faz acontecer, se você não esconde a graça, e sim a multiplica, mais graça você terá na vida.

Se você tem dons, por favor, não os enterre, não enterre a graça de Deus que está em você, não seja como aquele homem que diz: “Recebi tão pouco”, aí ele foi lá e simplesmente se acomodou. Não seja esse servo mau e preguiçoso, não seja aquela pessoa que vive a vida reclamando e se escondendo. Aqui não dá para viver uma falsa modéstia, uma falsa humildade, porque a graça que Deus nos dá é, na nossa própria indignidade, nos dar o seu espírito de criatividade.

Que beleza as pessoas que estão usando os dons que têm para fazer o bem, para se sobressair até das coisas negativas, das tragédias da vida. Porque isso é colocar para fora os dons que têm. Não é escondê-lo, não é retê-lo, não é ficar na mágoa, no ressentimento, no rancor, na tragédia. É superar, é ir para a frente, é não andar para trás.

Se você tem dons, por favor, não os enterre, não enterre a graça de Deus que está em você

E você não pode nem se limitar pelos limites. Sou um admirador das pessoas que têm limites físicos, e como elas nos surpreendem. Adoro acompanhar as Paralimpíadas para ver como aquelas pessoas que têm alguma deficiência ou passaram por algum momento na vida em que o limite físico lhes constrangeu, mas venceram. Elas fazem muito mais do que nós que temos duas pernas, dois braços e ficamos sempre com desculpas.

Se você não pode correr, você pode andar; se você não pode andar depressa, você pode andar devagar; o que você não pode é ficar só em cima da cama reclamando e lamentando: “Não sou como fulano”. A graça de Deus é para nos levantar, é para usarmos nossos dons, nossos talentos para fazer o Reino de Deus acontecer. Não podemos parar, estagnar na vida, porque sofremos um baque, porque passamos por uma decepção, porque perdi aquela pessoa que era tudo para mim.

Quem é tudo para mim é Deus, é claro que a pessoa tem a sua importância; minha mãe teve uma importância única na minha vida, mas tudo que aprendi da minha mãe foi lutar, foi ir para frente, ela não me criou para ser uma pessoa que vivesse chorando o resto da vida porque ela morreu. Ou você que ficou viúvo, viúva, ou até você que perdeu um filho… Dói demais. Mas é preciso, com a graça de Deus, superar; para não enterramos os talentos, para trazermos à luz e à graça aquilo que a graça de Deus nos deu.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

 

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

finados3
banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".