Os irmãos gêmeos martirizados por Cristo e padroeiros dos médicos

Eles atendiam os pobres sem cobrar nada, mas lhes faziam um pedido surpreendente
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Os santos Cosme e Damião, irmãos gêmeos e mártires, são padroeiros dos médicos juntamente com o evangelista São Lucas. Os três eram, eles próprios, médicos.

Cosme e Damião eram chamados pelo povo do Oriente de “os não cobradores”, já que atendiam os doentes pobres sem cobrar nada – em vez de cobrar, faziam um pedido que surpreendia a muitos: pediam que os pacientes lhes permitissem falar um pouco sobre Jesus Cristo.

Isso mesmo, no entanto, incomodou o governador da Cilícia, Lísias, que tentou em vão fazê-los parar de pregar o Evangelho. Sem conseguir, ordenou que eles fossem jogados no mar, mas uma enorme onda os devolveu à praia sãos e salvos. Em nova tentativa, Lísias mandou que os queimassem vivos, mas as chamas, em vez de tocá-los, se voltaram aos carrascos pagãos que os torturavam.

Os irmãos gêmeos foram finalmente decapitados, abraçando heroicamente o martírio em nome de Jesus Cristo.

Junto ao seu túmulo começaram a acontecer curas milagrosas que beneficiaram o próprio imperador Justiniano de Constantinopla, que, depois de recorrer aos dois mártires, foi curado inexplicavelmente de uma grave enfermidade que os médicos não conseguiam tratar.

Igreja celebra a festa litúrgica de São Cosme e Damião no dia 26 de setembro.

Aleteia

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

finados3
banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".