Silenciemos o nosso coração para escutarmos o Senhor

“Porém, uma só coisa é necessária. Maria escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada” (Lucas 10,42).
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Jesus está na casa destas duas irmãs: Marta e Maria. Marta, a dona da casa, acolhe a Jesus com muito amor, mas ela recebe Jesus e vai cuidar das suas tarefas, obrigações e responsabilidades. Maria também tem obrigações, responsabilidades e tarefas para fazer, mas ela vai se ocupar do essencial, vai ocupar-se de ouvir Jesus e colocar-se aos pés d’Ele. Maria vai dar toda atenção da sua alma e do seu coração para o Mestre que está ali presente.

Como precisamos, nos tempos em que vivemos, descobrir que a essência da vida é saber escutar; primeiro, saber ouvir a Deus. Estamos ficando surdos para o Sagrado, estamos perdendo a conexão com o Divino, estamos tão barulhados, tão imersos em escutar aquilo que está dentro de nós, que são nossas inquietações, perturbações, preocupações e tensões. Estamos, muitas vezes, inertes nas nossas coisas que nos esquecemos ou não nos voltamos para o essencial.

Não conseguimos mais sermos plenos, estamos sempre muito divididos; ora estamos com o corpo aqui; a cabeça em outro lugar e o coração em outro

Como é difícil nos concentrarmos, como é difícil até na presença de Deus fazermos silêncio. Os devaneios da mente, as agitações do coração tomam conta de nós e faz com que sejamos pessoas sempre ativas, atarefadas, ansiosas, agitadas e com muitas preocupações. É por isso que estamos ficando tão facilmente doentes, emocionalmente estáveis; é por isso que a ansiedade nos corrói por dentro e por fora, porque não sabemos parar para escutar, não sabemos nos colocar aos pés de Jesus para ouvi-Lo e para que a Sua Palavra entre e penetre em nós.

Muitas vezes, não sabemos escutar nem uns aos outros, como é difícil no mundo hoje tão cercado e tão tomado de distrações, não termos a atenção da escuta do outro, não sabemos mais comer, não sabemos mais fazer refeição, não sabemos mais nos encontrar com o outro sem ser com o celular na mão, não conseguimos estar inteiros nem na presença de Deus nem na presença do próximo. Não conseguimos mais sermos plenos, estamos sempre muito divididos; ora estamos com o corpo aqui, a cabeça em outro lugar e o coração em outro. Feliz é aquele que sabe ser pleno e inteiro em tudo que realiza. Feliz, abençoado e curado é aquele que escolhe o essencial e o necessário: saber escutar em todo tempo e lugar aquilo que você está realizando.

Os acidentes acontecem na vida, as tragédias acontecem em todo tempo e lugar porque não sabemos nos concentrar no essencial, estamos sempre tomados pelas distrações, e nós mesmos nos colocamos na atitude de nos perder. Para se encontrar é preciso saber silenciar e escutar.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

 

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural: