O segredo da oração é estarmos na presença do Pai

“Um de seus discípulos pediu-lhe: ‘Senhor, ensina-nos a rezar, como também João ensinou a seus discípulos’” (Lucas 11,1).
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Jesus é o homem orante, aquele que ora em todo tempo e lugar, aquele que se recolhe para estar na presença de Deus. E uma vez que Jesus estava rezando em certo lugar – porque em todos os lugares que Jesus ia, Ele primeiro retirava-se para orar –, é que Seus discípulos começaram a notar, ter consciência de que o Mestre era orante, e eles queriam saber o segredo de Jesus, por que Ele se voltava com tanta intensidade para a oração.

O segredo da oração é, primeiro, querer rezar, é ter vontade de estar na presença de Deus em todo tempo e lugar. O segredo de rezar não é nenhuma fórmula mágica, mas é a intensidade da alma e do coração na busca de Deus. É preciso querer estar em Deus, porque ora estamos demais em nós, conectados com nossos problemas, aflições e perturbações, ora estamos sendo guiados por nossas vaidades, ora estamos centrados em tantas coisas desse mundo que não estamos inteiros na presença de Deus.

Basta nos colocarmos na presença de Deus, que está no meio de nós, para que a oração brote da nossa alma e do nosso coração

Quando Jesus se retirava, quer dizer que Ele tirava tudo para ser todo de Deus. Para rezarmos, precisamos estar inteiros na presença de Deus, e é porque não sabemos rezar que temos que ter a humildade de pedir: “Ensina-nos a rezar”.

Jesus nos ensina que oração é colocar-se na presença do Pai, oração é glorificar, exaltar, santificar, louvar e bendizer aquele que é nosso Pai. Basta nos colocarmos na presença de Deus, que está no meio de nós, para que a oração brote da nossa alma e do nosso coração. Sei que nós, muitas vezes, por causa das aflições, queremos transformar nossas orações em pedidos e súplicas. Podemos, sim, pedir e suplicar, mas temos que, primeiro, nos colocar na presença desse Pai, sermos por Ele amados, cuidados, curados e transformados. Temos que pedir a esse Pai que nos coloque no Seu Reino, que nos tire do reino das trevas que está dentro de nós, das confusões que estão dentro de nós; e que nos coloque, de fato, na presença do Seu Reino.

É no Reino que nós realmente suplicamos o pão necessário, o alimento necessário para a nossa vida cotidiana, é na presença de Deus que buscamos o perdão e nos abrimos para perdoar uns aos outros. É na presença de Deus que suplicamos a graça para vencermos as tentações da vida, por isso orar é comungar-se com Deus, é colocar-se na presença d’Ele em espírito e verdade, e sermos tomados pelo Senhor que está no meio de nós.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

 

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural: