Jamais desistamos de nossa fé

“Mas o Filho do homem, quando vier, será que ainda vai encontrar fé sobre a terra?” (Lucas 18,8).
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Jesus conclui essa parábola maravilhosa com um questionamento muito profundo que cai no coração de cada um de nós: “Quando Ele voltar, vai encontrar fé no meio de nós?”. O exemplo de fé que Ele dá é justamente dessa viúva, porque o juiz era iníquo, o juiz não temia a Deus, não respeitava ninguém, mas essa viúva era insistente e persistente, ela não desanimava nunca. O juiz já estava até ficando aborrecido com essa mulher de tanto que ela insistia para que ele lhe fizesse justiça.

Para se ver livre daquela mulher, ele diz: “Vou fazer justiça a ela, porque daqui a pouco ela vai me agredir de tanto que ela insiste comigo. Não sou justo, mas tenho que aprender a ser diante da insistência dessa mulher”.

Não podemos desistir da nossa fé mesmo diante de tantas coisas desanimadoras que enfrentamos e vivenciamos nesta vida

Se esse juiz, que é injusto, faz justiça com essa viúva, Deus não vai fazer justiça com os seus escolhidos que, dia e noite, clamam por Ele? Por que Jesus nos fala isso? Porque, muitas vezes, o justo desiste de ser justo, o homem de fé desiste da sua fé. Já escutei a pessoa dizer: “Já rezei tanto”, já clamei tanto, mas Deus não me ouviu!”. Como Deus não nos ouve?! Como Deus não nos escuta?! Deus não atende a nossa pressa nem a nossa ansiedade, e Deus não nos conduz de acordo com a nossa dificuldade.

Você pode ter certeza que nenhuma prece é perdida, nenhuma lágrima é ignorada, nenhuma oração é desprezada, mas, no Seu tempo, Deus age com muita justiça. Aconteça o que acontecer, venha o que vier, não deixe de olhar para Deus, não esmoreça por piores e maiores que sejam as aflições do dia a dia.

Olhos fixos no Senhor! Nossos olhos não devem se voltar para os nossos problemas, para os nossos fracassos; nossos olhos não devem se voltar para as nossas frustrações, mas para o Senhor que cuida de nós; e você pode ter certeza que, no Seu tempo, o Senhor fará justiça, o Senhor fará o bem para o justo.

Não podemos cair na retórica do mundo, o justo não pode desistir de ser justo, o homem bondoso não pode desistir da sua generosidade, e não podemos desistir da nossa fé mesmo diante de tantas coisas desanimadoras que enfrentamos e vivenciamos nesta vida. Deus é por nós, e se nós perdemos tudo, mas não perdermos Deus, nós temos tudo, porque Deus nos basta.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

 

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural: