Permitamos que a luz de Deus ilumine o nosso interior

“Então, Jesus lhes respondeu: ‘Ide contar a João o que vistes e ouvistes: os cegos recuperam a vista, os paralíticos andam, os leprosos são purificados, os surdos ouvem, os mortos ressuscitam, e a boa nova é anunciada aos pobres’” (Lucas 7,22).
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

João sabia muito bem quem era Jesus, mas os seus discípulos ainda não O conheciam. Por isso, não só pelo testemunho, João quer que os próprios discípulos tomem ciência e consciência de que Jesus está no meio deles e manda dois deles: “Vão lá e perguntem a Jesus se Ele é aquele que há de vir ou devemos esperar por outro?”.

Pode até parecer irônica a pergunta de João, o questionamento, mas não é dúvida nenhuma que João tem, mas ele quer provocar no coração dos próprios discípulos a consciência de quem é Jesus. Não basta Jesus dizer: “Olha, sou eu o Messias”. E quando os discípulos de João vão até Jesus e perguntam: “João mandou perguntar se é você mesmo que há de vir ou temos que esperar por outro?”. A resposta — que maravilhosa! Primeiro, veio pela prática, naquele mesmo instante Jesus curou doentes, expulsou espíritos malignos, fez cegos enxergarem e mandou dizer: “Vai lá dizer para João o que foi que vocês viram, o que vocês ouviram. Vocês viram cegos abrindo os olhos, vocês viram leprosos sendo purificados, paralíticos andando, vocês viram surdos que passaram a ouvir, os mortos estão ressuscitando e a Palavra de Deus está sendo proclamada aos pobres”.

Vamos deixar que a luz de Deus continue restaurando, curando e libertando o mundo em que estamos

O Reino de Deus é ação, ele é ativo, o Reino de Deus acontece no nosso meio. Pessoas estão mortas, estão sem sentido na vida; e a Palavra de Deus tem poder de ressurreição. Muitas vezes, estamos caminhando na cegueira, sem enxergar nem a nós mesmos nem a nossa própria vida; e Jesus abre os nossos olhos, a luz d’Ele penetra o nosso interior. Estamos surdos, não ouvimos a Palavra de Deus, não ouvimos nem as pessoas que estão ao nosso lado, mas Jesus abre os nossos ouvidos.

Muitas vezes, estamos paralisados, paralíticos nessa vida; e a Palavra de Deus cura e nos liberta de toda e qualquer paralisia. Se, na época de Jesus, os leprosos estavam marginalizados e Ele os limpou e os purificou, Jesus está hoje nos purificando de todo mal que o pecado provoca dentro de nós e, mais ainda, se a Palavra ou a Lei era reservada para uma classe privilegiada, a Palavra de Deus não! Ela é privilégio dos pobres em primeiro lugar; os pobres, os renegados, os marginalizados estão recebendo a Palavra de Deus. É para que ninguém tenha dúvida de que o Reino de Deus está aqui, ele está acontecendo.

É isso que eles vão testemunhar, tomar consciência do que está acontecendo; e é essa consciência que nós precisamos tomar hoje. Sei que as pessoas vão dizer: “O mundo está terrível”, “O mundo está muito mal”, “O mundo só tem coisas ruins”, tenho que dizer que você está enganado, tem todas essas coisas ruins acontecendo, mas o Reino de Deus está acontecendo. Sou testemunha, vejo jovens sendo recuperados, libertos de drogas; vejo pessoas se convertendo; vejo casamentos sendo salvos; vejo vidas sendo restauradas; vejo pessoas mortas ressuscitando. Eu vejo, mas estou me abrindo para graça do Reino de Deus.

Se você está olhando para o mundo de uma forma apenas para o mal do mundo —e não vamos negar, não vamos fazer vista grossa—, mas preciso olhar para Aquele que é a luz desse mundo, que é Jesus. Ele está no meio de nós para restaurar este mundo. Vamos deixar que a luz de Deus continue restaurando, curando e libertando o mundo em que estamos.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

 

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural: