Busque promover a cultura da vida

“Levanta-te, pega o menino e sua mãe e foge para o Egito! Fica lá até que eu te avise! Porque Herodes vai procurar o menino para matá-lo” (Mateus 2,13).
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Na celebração deste tempo de Natal, cabe hoje na nossa Liturgia, os Santos Inocentes, esses primeiros mártires que deram sua vida por amor a Jesus ainda pequenos, ainda no ventre de suas mães, ainda recém-nascidos. Herodes mandou matar todos os meninos de Belém e de todo o território vizinho, de dois anos para baixo, conforme o tempo que ele imaginava que Jesus podia ter, conforme lhe foi avisado pelos magos.

Então, essas crianças foram perseguidas porque Herodes queria matar Jesus. É claro, Herodes vê Jesus como um perigo, uma ameaça para ele; Herodes vê em Jesus um empecilho para o seu reino. É por isso que, em vez de se abrir para graça, ele se propõe a perseguir Jesus e até matá-Lo.

Vivemos num mundo, numa sociedade homicida, onde as pessoas, de fato, matam quem se opõe ou quem representa qualquer ameaça para a sua vida. As diferentes formas de homicídios que a nossa sociedade realiza: do aborto, às crianças inocentes que morrem, aos assassinatos e tantas tragédias que marcam a nossa sociedade; é uma oportunidade para refletirmos o valor da vida, porque Deus nos trouxe vida e quer que tenhamos vida em abundância diante das ameaças que a vida sofre. São tantas e, de todas as ameaças da vida temos que fugir, assim como José fugiu para o Egito para salvar e proteger esse menino.

Precisamos salvar o mundo em que estamos, a começar daqueles que, muitas vezes, não têm o direito a uma vida digna

Temos que fugir das ameaças da vida e temos que proteger a vida, mas a vida de todos, a vida das nossas crianças, seja no ventre da mãe, seja as crianças que nascem, estão ameaçadas pela fome, estão ameaçadas em muitos países pelas guerras, estão ameaçadas pela desnutrição, estão ameaçadas pela prostituição, onde crianças cada vez mais cedo estão sendo submissas à essa barbaridade.

Não adianta apenas contemplarmos a beleza da vida que Deus nos trouxe, se não nos tornamos profetas da vida, se não vamos salvar a vida das crianças, dos jovens, dos adolescentes, dos idosos, de todos aqueles que os “Herodes” dos nossos tempos, muitas vezes, com atos e atitudes querem matar.

O Senhor veio para nos trazer vida, e nós precisamos ser aqueles que estejam para salvar a vida humana. Precisamos colocar a nossa vida em favor da vida e jamais compartilhar da cultura de morte dos nossos tempos. Precisamos salvar o mundo em que estamos, a começar daqueles que, muitas vezes, não têm o direito a uma vida digna. Há ainda muitos que estão morrendo de fome, há muitos que ainda morrem sem ter o alimento digno de cada dia.

Promover a cultura da vida é favorecer a vida em todos os sentidos e opor-se a toda cultura de morte dos tempos vigentes.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

 

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural:

finados3
banner-paroquia-nossa-senhora-gracas
encontro-matrimonio

Campanha da Fraternidade 2021

CRISTO É A PAZ: DO QUE ERA DIVIDIDO, FEZ UM unidade".