“A liturgia mais do que aprendida deve ser celebrada”

No encontro do Papa com os membros do Pontifício Instituto Litúrgico Santo Anselmo de Roma, que se dedica ao estudo da liturgia, estavam presentes alguns sacerdotes brasileiros
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

No final do encontro do Santo Padre com os membros do Pontifício Instituto Litúrgico Santo Anselmo, alguns alunos brasileiros saudaram o Papa e emocionados contaram ao Vatican News sua experiência. O encontro foi organizado por ocasião do 60° aniversário da fundação do Instituto que se dedica ao estudo da Liturgia.

Na verdade – disse um deles – a saudação deveria ser breve, mas em geral dissemos que rezávamos pela sua recuperação e agradecemos pelo incentivo que nos deu em fazer da Liturgia um meio de unidade eclesial e não motivo de divisão”.

Outro aluno disse:

Estamos muito contentes acabamos de sair da audiência privada com o Santo Padre na comemoração dos 60 anos de fundação do nosso Instituto. E ele nos falou de maneira muito aberta, clara familiar, sobre a importância da liturgia nos lembrando que ainda que sejamos estudantes de liturgia devemos recordar que mais do que aprendida deve ser celebrada. Que ela seja de fato, vivida na nossa história para que possamos com ela experimentar no mistério pascal de Jesus. Enquanto peregrinamos nesta terra, até chegarmos no céu. Onde o Senhor nos aguarda”.

Marcio Brito
Marcio Brito

DaQui Agência Digital

Apoio Cultural: